Medida sobre a participação dos empregados nos lucros será debatida em audiência

Proposta que tramita na Câmara pune as empresas que se recusarem a negociar a participação nos lucros

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A regulação da participação dos trabalhadores nos lucros da empresa deverá ser mais rigorosa, caso projeto que tramita na Câmara dos Deputados se torne lei.

A medida (PL 6911/06) pune as empresas que se recusarem a negociar a participação dos trabalhadores nos lucros. Para discuti-la, a Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio da Casa organizará uma audiência pública, ainda sem data definida para acontecer.

O pedido para realizar a reunião foi feito pelos deputados José Guimarães (PT-CE) e Luiz Alberto (PT-BA), autor da proposta, e aprovado nesta semana pela comissão.

Propostas

Aprenda a investir na bolsa

Segundo prevê o texto, 15% do lucro líquido do ano anterior da empresa deverá ser dividido pelos empregados. O projeto ainda cria critérios progressivos para igualar a porcentagem dos lucros a que cada trabalhador tem direito.

Para Luiz Alberto, o projeto garante estabilidade ao representante dos trabalhadores, isenta do Imposto de Renda na fonte o valor da participação e garante o acesso dos sindicatos às informações sobre a situação econômica e financeira da empresa.

“O objetivo é aperfeiçoar os atuais mecanismos que garantem a participação da classe trabalhadora nos lucros e resultados para os quais concorrem”, afirmou Alberto, de acordo com a Agência Câmara.

Para Guimarães, o debate pretende alterar a lei que trata da participação dos empregados nos lucros da empresa – Lei 10.101/00.