AO VIVO Analisando ações: como fazer trades se você tem pouco tempo para operar

Analisando ações: como fazer trades se você tem pouco tempo para operar

Maternidade: a mais difícil das carreiras é também a mais gratificante

A mulher moderna precisa equilibrar conflitos e o estresse diário com a escola, o carinho e a atenção dedicada aos filhos

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Mãe é educada, amiga, companheira e sempre acompanha os passos e a evolução de seus filhos. Nos dias de hoje, ela está sempre presente, mesmo com as inúmeras tarefas a cumprir fora de casa, como pegar trânsito de mais de uma hora para chegar ao trabalho, administrar uma equipe inteira, participar de reuniões e mais reuniões, e resolver os muitos problemas que aparecem. Bom, pelo menos ela tenta!

“Equilíbrio talvez seja a característica mais desejada. A mulher moderna precisa equilibrar problemas, conflitos e o estresse do dia-a-dia com a escola, a educação, o carinho e a atenção dedicada aos filhos. Ou seja, também precisa ser ótima administradora”, revela a escritora, economista e empresária Lu Martinez.

“Por mais que, para alguns, nossa rotina pareça indisciplinada, é totalmente possível ser mãe presente e ter uma, duas, ou mais, carreiras paralelas. Só é necessário ter cautela para saber medir o tempo que se despende para cada atividade. Claro que alguns objetivos ficam para depois! Mas o importante é mantê-los na nossa lista e realizá-los, mesmo que demore mais que o planejado”, acrescenta.

Falta de tempo

Aprenda a investir na bolsa

De acordo com Lu Martinez, há profissões que permitem maior flexibilidade de horário, no entanto, a sensação de falta de tempo parece uma sombra! “O que precisamos é saber aproveitar cada momento. Trabalhar fora não deve ser sinônimo de ausência com os filhos. É possível sim ser uma ótima profissional e uma mãe presente, distinguindo, inclusive, os momentos de ser firme e de brincar”.

“Apesar das mudanças que as mulheres passaram nas últimas décadas, ser mãe sempre irá significar amar incondicionalmente. Além disso, os pais precisam estar cientes que são como espelhos para os pequenos. Mesmo não acompanhando os filhos 24 horas, a mulher moderna, sempre atualizada e cheia de informações contribui muito para a formação das crianças”.

Segundo ela, a mulher que é mãe e profissional também tem o direito, que, na verdade, é um dever, de reservar algum tempo para cuidar de si mesma. Nem sempre é possível, mas é essencial. Manter a auto-estima em alta faz bem para você e para as pessoas com quem convive.

“Fazer massagem semanalmente, ir ao salão de beleza ou ao cinema com o marido podem ser atitudes que geram efeitos muito positivos. As atividades sociais e culturais nos deixam mais relaxadas e fazem com que nos sintamos ainda melhores para realizar todas as atividades diárias”.

Doação

“Somente quando temos um filho é que vemos o quanto crescemos e mudamos nossa concepção de vida. Percebemos o quanto os nossos pais são importantes e o quanto somos importantes para nossos filhos”, diz a escritora.

Não faz muito tempo, ouvi de uma mulher, profissional bem-sucedida e com dois filhos, que, somente quando nos tornamos mães, é que entendemos o significado de doar sem querer nada de volta. Também já escutei de outra profissional que a maternidade é a única profissão em que demoramos 30 anos para ver os resultados!

PUBLICIDADE

Certamente, os resultados são sempre positivos, pois a recompensa de ser mãe é inexplicável!