Marketing pessoal: vantagens e desvantagens de se promover

Com marketing pessoal você aparecerá. No entanto, cuidado! Existem armadilhas na promoção pessoal

SÃO PAULO – Com o mercado de trabalho restrito é preciso se promover. Isso significa não somente realizar cursos, trabalhar em diversos lugares ou falar várias línguas, mas simplesmente dizer que tudo isso foi feito.

Sem que as pessoas saibam disso, fica difícil conquistar um “lugar ao sol”. Mas é preciso muita calma na hora de fazer o marketing pessoal, já que ele pode lhe prejudicar. Para que você não erre na dose, veja abaixo quais são as vantagens e desvantagens da promoção pessoal.

Você aparece

Fazer o marketing pessoal é dizer tudo o que há de bom em sua carreira. Cursos, eventos, trabalhos realizados, empregos adquiridos e tudo o mais devem ser informados, seja por meio de currículos, entrevistas ou, até mesmo, numa conversa com colegas.

PUBLICIDADE

A vantagem de tudo isso é que você aparece. Quando empreendedores, empresários ou colegas precisarem de alguém de seu perfil logo lembrarão de todas as suas qualidades e o chamarão.

Por isso é que o marketing pessoal abre portas. É uma técnica que deve ser bastante utilizada quando se busca novas oportunidades de emprego. Em reuniões de negócios e em outros eventos, é bom deixar claro quem você é e por que está no mercado de trabalho. Mas tudo isso deve ser feito sem exageros!

Cuidado!

A desvantagem do marketing pessoal aparece com os exageros. As pessoas acabam por falar demais e são tachadas como “marketeiras”, por isso, é importante que você não passe o tempo inteiro tentando vender sua imagem ou aproveite qualquer brecha para falar o que já fez e onde trabalhou.

Outra desvantagem é querer sempre aparecer e acabar por mentir. Não tente agradar quem você não conhece, já que seu comportamento pode revelar tudo, e você passará uma imagem de mentiroso.