Marca de R$ 400 bilhões em tributos pagos é atingida dez dias antes que em 2010

No ano passado, a marca de R$ 400 bilhões foi atingida no dia 25 de abril. Em 2009, o montante foi alcançado mais de um mês depois

SÃO PAULO – O impostômetro atinge, nesta sexta-feira (15), a marca de R$ 400 bilhões de tributos federais, estaduais e municipais. Essa marca está sendo atingida este ano dez dias antes que em 2010, conforme aponta a ACSP (Associação Comercial de São Paulo).

No ano passado, a marca de R$ 400 bilhões foi atingida no dia 25 de abril. Em 2009, o montante foi alcançado mais de um mês depois, no dia 19 de maio e, em 2008, dia 20 de maio.

“Com esse desempenho na arrecadação, era de se esperar pelo menos duas coisas: que o resultado das contas públicas fosse melhor e que ninguém mais ousasse falar em qualquer tipo de aumento de impostos”, afirmou o presidente da ACSP e Facesp (Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo), Rogerio Amato.

O que pode ser feito
Com os R$ 400 bilhões arrecadados até esta sexta por todos os governos, é possível construir mais de 16 milhões de casas populares de 40 metros quadrados.

Também é possível pagar mais de 730 milhões de salários mínimos ou comprar 1,8 bilhão de cestas básicas. O dinheiro ainda permite comprar 16 milhões de carros populares no valor de R$ 25 mil cada, mais de 157 milhões de TVs de plasma e quase 400 milhões de geladeiras simples.

Impostômetro
O impostômetro foi inaugurado em 20 de abril de 2005 e está instalado no prédio da sede da ACSP. Na próxima quarta-feira (20), ele completa seis anos.

Pela internet (www.impostometro.com.br), qualquer cidadão pode acompanhar o total de impostos pagos pelos brasileiros aos governos federal, estadual e municipal, bem como por estados, municípios e capitais.

O sistema informa ainda o total de impostos pagos desde janeiro do ano 2000 e faz estimativas de quanto será pago até a data indicada pelo usuário.