Mais de 90% dos reajustes salariais são pagos de uma só vez, aponta Dieese

Percentual de reajustes pagos em parcela única foi de 94% este ano. Mas o maior índice em quatro anos foi o de 2010, com 96,3%

SÃO PAULO – A forma mais recorrente de concessão de reajustes salariais no primeiro semestre de 2011 foi o pagamento em parcela única, segundo o balanço do Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) divulgado nesta quinta-feira (18).

Entre 2008 e 2011, o percentual de reajustes pagos de uma só vez foi sempre superior a 90%, com poucas variações entre os anos.

O maior percentual registrado no período foi em 2010, quando 96,3% dos reajustes foram pagos de uma vez. Em 2008, foi o segundo maior índice, de 95,8%, seguido por 2011, com 94%, e 2009, com 93,2% dos pagamentos de uma só vez.

PUBLICIDADE

Conforme o salário
Neste ano houve pequena elevação nos reajustes que aplicam índices diferentes conforme a faixa salarial dos trabalhadores (escalonados). Segundo o Dieese, correspondeu a 18,7% o número de negociações desse tipo. Em 2010, elas também representavam 16,7% das negociações de reajustes; em 2009, eram 15%; e em 2008, 12,2%.

Quanto à concessão de reajustes juntamente com abonos salariais, houve queda no número de casos em 2011 (2,3%) em relação a 2010 (3,7%), mas manteve o percentual superior ao de 2008 (0,8%) e 2009 (1,7%).

Resultado melhor
O balanço dos reajustes salariais do primeiro semestre do ano mostrou resultados melhores que os observados nos dois anos anteriores. O dado mais positivo mostrado pela pesquisa foi que 93% dos acordos salariais ficaram iguais ou acima da inflação.