Mais de 1,269 milhão de brasileiros recebem o mínimo, revela MTE

Minas Gerais é o estado onde há o maior número de pessoas que recebem o piso, enquanto o Acre é o com menor contingente

SÃO PAULO – O Brasil possuía mais de 1,269 milhão de trabalhadores com contrato no valor do salário mínimo ao final de 2008, ante as 31,993 milhões de pessoas com registro em carteira de trabalho no período, de acordo com dados da Rais (Relação Anual de Informações Sociais) divulgados na terça-feira (22) pelo MTE (Ministério do Trabalho e Emprego).

Minas Gerais é o estado onde há o maior número de pessoas com contrato de trabalho de um salário mínimo. São 192.805 no total, sendo 111.146 do sexo masculino. O menor contingente está no estado do Acre, onde apenas 3.252 trabalhadores recebem o piso, sendo 1.969 do sexo masculino.

Gênero e escolaridade
Os homens têm mais contratos de trabalho formal no valor de um salário mínimo: 640.857, contra 628.954 mulheres. Em ambos os casos, as pessoas com até 24 anos de idade são maioria entre os que ganham o piso.

PUBLICIDADE

Dos homens que recebem o piso, 195.996 têm o segundo grau completo, sendo que apenas 11.051 daqueles com nível superior ganham o mínimo. Já entre as mulheres, daquelas que recebiam o piso em 2008, 286.307 tinham o segundo grau completo e 28.170 tinham o nível superior completo.

A Rais é um registro administrativo de responsabilidade do MTE, que tem como principal função informar sobre a movimentação dos trabalhadores no mercado brasileiro para, entre outras coisas, viabilizar políticas públicas voltadas aos empregados.

No registro, são contemplados todos os vínculos formais (celetistas, estatutários, temporários, avulsos e outros), como também um conjunto de informações sobre os estabelecimentos empregadores, que possibilitam o cruzamento de variáveis, chegando em nível de municípios (5.625), classe de atividades econômicas (674) e ocupações (2.432).