Maioria dos CEOs trabalhava na área financeira e comercial

Segundo especialista, estas áreas são muito importante e concentram grandes esforços das companhias

SÃO PAULO – Um levantamento realizado pela Fesa, empresa de recrutamento de altos executivos, revelou quais áreas mais formam CEOs (Chief Executive Officer). Entre os presidentes contratados no ano passado, 21% vieram da área Financeira e 19% do Comercial.

Já 14% trabalhavam no setor de marketing e 10% com engenharia. Recursos Humanos, Tecnologia e Supply Chain representaram apenas 2% .

Sobre os dois setores que mais se destacam, o sócio da Fesa, Denys Monteiro, explica que são duas áreas muito estratégicas e que concentram grandes esforços da companhia. “Por isso, há uma tendência de formarem mais executivos”.

PUBLICIDADE

Mercado financeiro
O estudo indicou ainda que movimentação de mercados entre os executivos que assumiram cargos de CEOs. O mercado financeiro registra a maior subdivisão na origem dos executivos. Mais de 60% mudaram de setor, sendo metade proveniente de infraestrutura e metade de bens de consumo.

Indústria foi o setor que mostrou maior estabilidade em relação ao background dos presidentes. Somente 20% deles não atuavam na indústria antes de ocuparem a posição.

O mesmo fenômeno ocorre no setor de bens de consumo, do qual apenas 15% dos executivos não pertenciam a este mercado. Em tecnologia, a divisão é de 50% do próprio mercado e 50% do mercado financeiro.