Maioria de moradores de rua tem renda entre R$ 20,00 e R$ 80,00 semanais

Pesquisa revela que maioria de pessoas em situação de rua tem emprego ou exerce atividade remunerada

SÃO PAULO – Pesquisa intitulada Pesquisa Nacional sobre a População em Situação de Rua, realizada em parceria entre a Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) e o MDS (Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome) revela que a maioria das pessoas que vivem na rua tem emprego ou atividade remunerada e recebem entre R$ 20,00 e R$ 80,00 por semana.

Foram ouvidas 31.922 pessoas, com mais de 18 anos, em 71 municípios brasileiros cuja população é de mais de 300 mil habitantes. De acordo com o levantamento, 70,9% dos moradores de rua do Brasil exercem atividades remuneradas, sendo que 1,9% dos entrevistados trabalham com carteira assinada. Contudo, a maioria (47,7%) afirma nunca ter tido um trabalho formal.

Esmola é opção de minoria

Ainda segundo o estudo, apenas 15,7% dos moradores de rua têm a esmola como principal meio para a sobrevivência. A maioria dos entrevistados (58,6%) declara ter alguma profissão. Entre as atividades mais citadas estão: construção civil (27,2%), comércio (4,4%) e atividades ligadas à mecânica (4,1%).

O levantamento também mostra que grande parte desta população (71,3%) passou a viver na rua por conseqüência de alcoolismo ou uso de drogas, desemprego e brigas familiares. Pela pesquisa, 79,6% fazem, ao menos, uma refeição por dia e 19% dos entrevistados não conseguem se alimentar diariamente.

Classe D diminui

Relatório divulgado pela Tendências Consultoria apontou que em dois anos, entre 2005 e 2007, o número de pessoas pertencentes à classe D caiu de 31% para 29%, permitindo, que junto com o ambiente econômico favorável, a classe C
aumentasse de 63 milhões para 86 milhões, no mesmo período.

Ao contrário do que se acredita, o critério de classificação de uma pessoa em determinado estrato de renda, não leva em consideração o salário que ela recebe, e sim os bens que possui. Assim, quanto mais eletrodomésticos a pessoa tiver, maior será sua pontuação.