AO VIVO Analista Charlles Nader explica estratégia para ter consistência na Bolsa

Analista Charlles Nader explica estratégia para ter consistência na Bolsa

Lula usará prazo legal para decidir sobre reajuste dos aposentados e Ficha Limpa

Presidente tem até dia 15 para sancionar MP que acaba com fator previdenciário e reajusta benefício dos aposentados

SÃO PAULO – O governo vai esperar até o fim do prazo legal para dar seu parecer sobre a medida provisória que reajusta em 7,7% o benefício dos aposentados que recebem acima de um salário mínimo e acaba com o fator previdenciário a partir do ano que vem.

Segundo a Agência Brasil, o projeto está sendo analisado por vários ministérios, como o da Fazenda, do Planejamento e da Previdência Social. O assunto tem sido tratado com cautela pelo governo devido à possibilidade de repercussão negativa em pleno processo eleitoral.

Emendas
A proposta original previa reajuste de 3,5% e, depois de negociações com entidades trabalhistas, ele foi alterado para 6,14%. No Congresso, a MP recebeu uma emenda que elevava o reajuste a 7,7% e outra que eliminava o fator previdenciário.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva tem até o dia 15 para decidir se sanciona a MP na forma como foi aprovada pelo Congresso (7,7% de reajuste mais o fim do fator previdenciário).

Ministros da área econômica orientaram o presidente a vetar as duas emendas e Lula já manifestou intenção do governo de conceder, pelo menos, os 6,14% de reajuste iniciais.

Ficha Limpa
Tanto essa MP quanto o Projeto Ficha Limpa, que impede a candidatura de políticos condenados em segunda instância, só devem ser resolvidos no fim do prazo legal.

Lula tem até o dia 8 para sancionar o Projeto Ficha Limpa, para que a nova lei tenha validade já para as eleições deste ano.