Liderança: conheça sete chaves que podem abrir caminhos em sua carreira

Como se tornar referência, como garantir a motivação de um grupo? Alguns elementos podem fazer a diferença no dia-a-dia

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Destacar-se no meio corporativo, tornar-se uma referência para um grupo. Assumir responsabilidades e garantir êxito em todas elas.

Geralmente essas são algumas das preocupações mais freqüentes de quem briga por crescimento no ambiente de trabalho, seja na busca por um cargo de liderança ou por novos desafios.

Mas como se tornar referência, como garantir motivação? O consultor organizacional Ômar Souki define “sete chaves” que podem abrir caminhos quando o assunto é liderança. Para chegar a esses conceitos, analisou a trajetória profissional de grandes personalidades do meio empresarial.

1. Iniciativa

Aprenda a investir na bolsa

O especialista orienta que o bom líder deve assumir a responsabilidade pela trajetória do seu grupo. Para isso, firmeza e otimismo são fundamentais.

Nos grandes líderes, o otimismo parece sempre algo exagerado, pois eles acreditam que tudo o que acontece ao redor deles os beneficia. Dessa forma, esse otimismo se torna uma espécie de profecia que, padrão mental, acaba resultando em realidade.

A orientação, portanto, é não esperar que as coisas simplesmente aconteçam. É preciso fazer acontecer, revertendo até mesmo o que lhe parecer negativo a favor de suas realizações.

2. Missão Impossível

Quanto maior a missão, maior o poder motivador. Para o especialista, o líder precisa encarar grandes desafios. Ter em mente qual a sua missão, não se deixando abalar pela aparente grandiosidade dela. Ou seja, “é necessário ser ambicioso, acreditar no próprio potencial e saber a que veio”, resume.

“Bill Gates, por exemplo, teve como meta colocar um computador em cada mesa e em cada lar. O que, há tempos, parecia algo realmente impossível de acontecer”.

O consultor destaca ainda a necessidade de o líder cultivar auto-estima elevada para a busca desses resultados extraordinários, na vida e nos negócios. Dedicar-se ao máximo, com paixão total. “Pense sempre em crescer, em fazer o melhor para você, seus sonhos e os de sua família”.

3. Criatividade

PUBLICIDADE

Souki destaca a necessidade de o profissional despertar sua criança interior. “É preciso ser diferente. A força competitiva de uma empresa se encontra na capacidade de inovação de seus líderes”.

Procure ser sempre melhor e criar algo que possa surpreender clientes, colegas, familiares; seja uma fonte de inspiração criativa.

4. Comunicação

É preciso, como líder, saber exatamente quais os seus objetivos e os da empresa na realização de determinada tarefa, para que a mensagem chegue de forma assertiva à sua equipe.

“Líderes têm incrível capacidade de unir pessoas. Para isso, precisam saber exatamente o que querem, para, em seguida, poderem transmitir isso ao grupo”, esclarece.

O consultor ressalta, no entanto, que o poder das palavras aumenta quando o líder pratica o que fala (liderança por exemplo). “Quando pessoas não respondem ao que pedimos é sinal de que devemos modificar a mensagem”, esclarece.

5. Ação eficaz

Para conciliar tarefas e atingir bons resultados, o líder precisa ter em mente a preocupação de fazer exatamente o que precisa ser feito, evitando se perder em outras atividades que lhe tirem a atenção.

Foco e disciplina são, portanto, os elementos fundamentais da ação eficaz. É importante fazer o que se relaciona com a sua missão e de sua equipe, obedecendo a uma ordem de prioridade ao resolver o mais importante primeiro.

6. Energia Infinita

O líder deve ter energia infinita para envolver sua equipe, com foco e convicção de que tudo vai dar certo. “Os grandes líderes entregam-se por inteiro às suas tarefas”, destaca o consultor”.

7. Congruência

PUBLICIDADE

Souki esclarece que o grande líder é o que sabe que precisa ser extraordinário. É aquele que está condicionado a atingir a excelência em todos os momentos.

“Por isso, pensa, faz e fala com o mesmo objetivo, em uma só direção, acreditando nas mesmas coisas. Acredita e investe na melhoria contínua”, finaliza.

Ômar Souki é consultor Organizacional, Ph.D. e palestrante do do CONVIRH – Congresso Virtual de Recursos Humanos, de 10 a 25 de maio (www.convirh.com.br)