RADAR INFOMONEY Méliuz (CASH3): o que explica a disparada da ação? Por que ela está subindo mais de 7% só nesta sexta?

Méliuz (CASH3): o que explica a disparada da ação? Por que ela está subindo mais de 7% só nesta sexta?

Líder: veja os possíveis erros na hora de transmitir tarefas

Profissional não deve apenas dizer o que deve ser feito, mas como realizar. Além disso, deve estabelecer regras; veja outras dicas

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Você diz o que fazer, mas a equipe não responde? Erra a todo o momento e a produtividade tem caído a cada dia, desagradando os clientes e seu superior? Pois saiba que essa situação pode ser resultado de erros na hora de delegar tarefas.

A transmissão das atividades deve ser feita para que o processo se torne mais eficiente. Mas determinados erros podem fazer com que seu objetivo não seja atendido. Se sua equipe não está respondendo ao esperado, veja abaixo onde podem estar as falhas ao delegar.

Diga como!

Mesmo que seu funcionário tenha passado por um período de treinamento, é importante que você tenha em mente que ele pode não ter entrado em contato com uma nova atividade ou que um determinado cliente pode ter pedido algo nunca feito. Por isso, delegue, mas converse.

Diga quais os procedimentos necessários. Se houver um modelo, apresente-o dizendo que deve ser respeitado. Converse e sempre, ao final do diálogo, pergunte se há dúvidas.

Estabeleça regras

Isso significa que a atividade deverá ser feita em determinado prazo. Deixe claro: “Isso é para amanhã até às 12h” ou “deve ser passado para mim para revisão no final da tarde”. Nunca fale “umas dez horas”, já que o funcionário pode entregar o que pediu perto das 11h.

Diga também a importância e a urgência do trabalho, para que atinja os objetivos propostos e para que a atenção necessária seja dada para a atividade. Tenha autoridade, mas respeite seus funcionários.

Controle

Não espere que o funcionário faça melhor do que você, já que pode ter menos tempo na empresa. Nunca exija o que não foi cobrado, o melhor é deixar claro o que se espera com a atividade.

Controle, mas de maneira a não deixar seu funcionário sufocado ou se sentindo incapaz de realizar o trabalho sozinho. Aliás, o objetivo de delegar é fazer com que as atividades fluam mais, o que pode ser impossível com pressão.