Licenciatura e bacharelado: quais as diferenças e as possibilidades de cada um?

A grosso modo, nos cursos de bacharelado, formação é mais restritiva, já a licenciatura transforma o aluno em professor

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Quem opta por prestar vestibular para carreiras como Matemática, Letras, Química, Física, Biologia, entre outros, geralmente tem dúvidas sobre qual a modalidade de curso escolher: licenciatura ou bacharelado.

Por isso, antes da escolha, é importante conhecer as duas possibilidades, se informar sobre o mercado de trabalho e saber exatamente o que se espera da profissão, segundo aconselha a assessora da Pró-Reitoria de Graduação da UFSCar (Universidade Federal de São Carlos), Maria Helena Antunes de Oliveira.

De acordo com Maria Helena, a grosso modo, nos cursos de bacharelado, a formação proporcionada ao aluno é mais restritiva, enquanto que a Licenciatura permite ao estudante adquirir habilidades para que ele possa exercer a atividade de professor, o que, na opinião dela acaba proporcionando um exercício mais amplo da profissão.

Aprenda a investir na bolsa

O mercado de trabalho
Ainda conforme Maria Helena, quem opta por um curso de licenciatura, ao contrário do que se imagina, pode acabar exercendo outras atividades, diferentes da de professor.

A diretora executiva do Grupo Foco, Solange Fiori, concorda, mas alerta que o mercado fora da área de ensino só olha com bons olhos quem tem algum tipo de experiência.

“Tudo vai depender da necessidade da empresa, das competências exigidas para a função. Porém, uma pessoa que fez um curso de licenciatura e não tem qualquer experiência fora da área de ensino dificilmente conseguirá espaço em uma empresa, por exemplo. Porém, se ela já tiver esta experiência, ela pode até levar alguma vantagem”, explicou.

Vocação
Para Maria Helena, entretanto, na hora da escolha, em vez de ficar se preocupando somente com a empregabilidade, o candidato deve observar a própria vocação.

“O candidato deve ponderar se quer, realmente, exercer a função de professor. Além disso, se ele não quer lecionar e já sabe em qual nicho de mercado pretende atuar, o bacharelado é a melhor opção, visto que nestes cursos há mais possibilidades de se aprofundar em uma área específica”, diz.