Lei

Lei obriga empresas a divulgar diferenças salariais por gênero no Reino Unido

Empresas com mais de 250 funcionários devem se enquadrar às regras  

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Classificada como um dos maiores avanços em questões de gênero no Reino Unido dos últimos 40 anos, uma lei aprovada no país na última quinta-feira obriga que empresas com 250 funcionários ou mais divulguem as diferenças salariais entre homens e mulheres. Os números deverão ser divulgados até abril de 2018.

Toda a remuneração deverá estar descrita nesse relatório, incluindo bônus. Estima-se que 15 milhões de pessoas estão dentro dos termos da nova legislação, que publicará os dados em um site do governo.

De acordo com pesquisa da OCDE, mulheres britânicas ganham 17% a menos que os homens – no Brasil, essa diferença é de 20%. A legislação visa combater essa diferença e a discriminação no mercado de trabalho.

Aprenda a investir na bolsa

Legislações de outros locais têm adotado medidas contra desigualdade de gênero no mercado de trabalho. Em Nova York, empresas ficaram proibidas de questionar salários anteriores durante entrevistas de empresas, contra a perpetuação da diferença salarial discriminatória.