Lei de contratação de estrangeiros no Japão poderá sofrer reforma em 2007

Possível mudança beneficiaria empresas e empreagados, aumentando a transparência do processo

SÃO PAULO – O governo japonês estuda a possibilidade de reformar a legislação relativa à contratação de estrangeiros no país. O projeto deverá ser votado na sessão parlamentar do próximo ano fiscal, que termina em março de 2008.

Se aprovado, as empresas deverão noticiar o Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-estar acerca da contratação de todos os dekasseguis, como são chamados por lá, sejam eles descendentes de japoneses ou não, funcionários ou estagiários.

Bom para empresas e empregados

O objetivo principal é evitar que mão-de-obra desqualificada entre no país. A avaliação da qualificação ficará a critério das próprias companhias.

PUBLICIDADE

Apesar de a perspectiva de que isso se torne lei preocupar alguns, há também o outro lado. Segundo a comissão especial, cujo presidente é o professor Yasuo Suwa, da Universidade de Hosei, dessa forma será mais fácil fiscalizar as empresas e ter maior transparência, evitando que exijam longos períodos de trabalho e baixos salários.