Semana Nacional

Justiça do Trabalho faz força-tarefa nesta semana para julgar processos trabalhistas

Atualmente, existem 12.143 processos pendentes somente no Tribunal Superior do Trabalho

Close-up of weights balancing scales of justice with gavel beside it
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A Justiça do Trabalho fará um força-tarefa nesta semana para julgar o maior número de processos que estão em andamento. A Terceira Semana Nacional de Execução Trabalhista terá a participação de 24 Tribunais Regionais do Trabalho do País.

Atualmente, existem 12.143 processos pendentes somente no Tribunal Superior do Trabalho. Desses, 9.303 são Agravos de Instrumento em Recurso de Revista, 1.385 são Recursos de Revista e 1.455 são processos de outras classes, que terão preferência de julgamento nas durante a semana temática.

A expectativa é que os julgamentos superem as estatísticas do ano passado. Em 2012, a Semana da Execução registrou o pagamento de R$ 643 milhões em dívidas trabalhistas, sendo R$ 420 milhões decorrentes de acordos, R$ 73 milhões de leilões e R$ 150 milhões em bloqueios do BacenJud. Foram homologados 38.863 acordos em 42.788 audiências de conciliação em Tribunais do Trabalho de todo o país.

Aprenda a investir na bolsa

Para o presidente do TST, ministro Carlos Alberto Reis de Paula, que requereu aos ministros prioridade na inclusão em pauta e julgamento dos processos de execução trabalhista, o intuito do mutirão é tornar efetivo o direito do cidadão e dar maior efetividade às decisões judiciais.

“O credor deve acreditar que irá receber o que lhe é devido e o devedor deve entender que esta é uma excelente oportunidade para entrar em acordo ou pagar suas obrigações”, afirmou.