Jovens estão preocupados em ter vida profissional e pessoal equilibrada

Segundo estudo, 59% dos profissionais entre 18 e 29 anos disseram que estão quase sempre preocupados com o assunto

SÃO PAULO – Para os profissionais de 18 a 29 anos, o equilíbrio entre a vida profissional e pessoal é uma preocupação constante. Um estudo realizado pela GfK revela que 59% dos jovens estão frequentemente ou quase sempre preocupados em conciliar esses dois lados.

Em seguida, aparece a preocupação com nível de estresse no trabalho e com as ferramentas para realizar efetivamente seu trabalho, ambas com 53% das respostas. A segurança no trabalho também foi apontada, chegando a 50%.

As preocupações que apresentaram menos indicações foram a pressão para realizar longas jornadas, com 42%, e a saúde pessoal, com 46%.

PUBLICIDADE

Outros países
No total, foram entrevistados profissionais de 29 países, como França, Portugal, EUA, Canadá, México, Peru. Segundo o resultado global, 40% dos jovens estão preocupados com nível de estresse no trabalho. O equilíbrio entre a vida pessoal e profissional aparece em segundo lugar, com 39%.

Na sequência dos temas que mais causam preocupações, estão a segurança no trabalho (33%), a pressão para realizar longas jornadas (1%) e saúde pessoal (32%).

Infelicidade
Os dados revelam ainda que, em alguns países, pressões de trabalho estão afetando o bem-estar da geração mais jovem de trabalhadores e que a recessão teve impacto negativo nas aspirações de muitos. De acordo com a pesquisa, por causa da economia, 37% deles foram forçados a aceitar um trabalho com o qual estão infelizes.

Entre os brasileiros, a porcentagem de jovens nessa situação é bem mais baixa (27%). “Isso reflete bem a situação econômica favorável do Brasil nos últimos anos, com um mercado de trabalho bastante aquecido”, avalia a diretora da Unidade de Satisfação e Lealdade da GfK Brasil, Daniela Salles.