Japonesas em empregos temporários fazem 10 horas extras por mês sem receber

Pesquisa da federação de sindicatos mostrou que elas estão tão sujeitas às horas extras quanto às trabalhadoras fixas

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Um terço das mulheres japonesas solteiras que trabalham em empregos temporários fazem, em média, 10 horas extras de graça por mês, segundo uma pesquisa divulgada nesta segunda-feira (06).

A conclusão do estudo é que as empregadas temporárias, cujo salário é calculado sobre as horas trabalhadas, estão tão sujeitas às horas extras quanto àquelas em trabalhos fixos, que têm pagamento mensal.

Sindicatos

O levantamento foi feito pela Federação Japonesa dos Sindicatos de Trabalhadores dos setores Têxtil, Químico, Alimentício, Comercial, de Serviços e outros setores, entre fevereiro e abril de 2006.

Aprenda a investir na bolsa

Das 3,6 mil trabalhadoras que participaram, 80% pertencem às indústrias de serviços e distribuição.