AO VIVO Análise Técnica na prática: como um trader ganha dinheiro na Bolsa?

Análise Técnica na prática: como um trader ganha dinheiro na Bolsa?

Japão: média salarial e número de horas de trabalho têm pior queda desde 1990

Em 2009, queda foi de 3,9% no salário mensal dos trabalhadores japoneses. Dezembro mostrou primeiro sinal de recuperação

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Os salários e as horas de trabalho do Japão no ano passado registraram a pior queda percentual desde 1990. O ministro da saúde, trabalho e bem-estar japonês afirmou que a média mensal de horas de trabalho do país foi de 114,4 em 2009, uma queda de 2,9% na comparação com 2008.

Já a média salarial mensal recebida pelos trabalhadores, incluindo bônus, atingiu 315,164 ienes (equivalentes a R$ 6.303), queda de 3,9% em relação ao ano anterior.

O número de horas trabalhadas por mês, incluindo trabalho em feriados, caiu 15,2%, para 9,2 horas. As horas extras tiveram queda ainda mais expressiva: 32,2%, para 10,5.

Aprenda a investir na bolsa

Crise
Segundo o jornal The Yomiuri Shimbun, o número se deve à redução das operações nas fábricas, atingidas pelo colapso da crise econômica que atingiu o mundo a partir de setembro de 2008.

A queda nas horas de trabalho resultou em uma queda nos bônus recebidos, os quais registraram média de 52.734 ienes – diminuição recorde de 12,1% frente ao ano anterior.

Bom sinal
O mês de dezembro, no entanto, mostrou sinais positivos na pesquisa do emprego do Japão. As horas extras das indústrias cresceram 9,3% em relação ao mesmo mês de 2008, atingindo 13,4 horas.

Foi a primeira vez em 21 meses que as horas de trabalho contabilizadas na indústria mostraram aumento na comparação anual.