Japão é o país onde os salários menos crescerão neste ano

Pesquisa indicou que mais das metadas das empresas no Japão não aumentarão salários de seus funcionários

SÃO PAULO – Os salários dos japoneses não deverão ter aumentos significativos neste ano. Isso é o que indicou um levantamento da Eca International, sobre os reajustes salariais para 2009. No ranking dos países que terão os maiores aumentos, o Japão ficou em 53º, a última colocação.

Segundo a entidade, o país asiático, juntamente com Hong Kong, Cingapura e Taiwan, deve ter, em 2009, os piores reajustes. No total, cerca de um terço das empresas da Ásia deverão adiar os aumentos nos pagamentos de seus funcionários.

“Ásia/Pacífico tem sido severamente afetada pela crise econômica, e isso é refletido em como as empresas planejam a revisão de salários para 2009. Isso é mais evidente no Japão. Há apenas seis meses, as empresas previam que os salários aumentariam apenas 2,8%, agora, metade das empresas que entrevistamos afirmaram que irão congelar os valores”, afirma o diretor regional da ECA International, Lee Quane.

Outros países

PUBLICIDADE

Apesar das previsões ruins para a Ásia, alguns países da região ainda deverão registrar aumentos significativos, como é o caso da Índia, que está em 3º lugar no ranking. A estimativa da entidade é que os pagamentos tenham alta de 10,8%.

Já o Vietnã deverá ter alta de 10,6%, sendo o único país a registrar um índice maior que o do ano passado. Outro destaque da região é a Indonésia, com alta de 9%. Os dois países estão em quarto e sexto lugares no ranking.

Os primeiros lugares da lista são ocupados por Venezuela e Argentina, respectivamente. O Brasil aparece em 14º e a China, em 16º.