IR 2012: informes de rendimentos devem ser entregues até esta quarta

A temporada de entrega da Declaração de Ajuste Anual do IR 2012, ano-base 2011, começa na quinta-feira

SÃO PAULO – A temporada de entrega da Declaração de Ajuste Anual do IR 2012, ano-base 2011, começa na próxima quinta-feira (1). Assim, empresas, bancos, sociedades corretoras e afins têm até esta quarta-feira (29) para entregar o informe de rendimentos a seus funcionários e clientes pessoas físicas.

O informe é um documento que contém uma espécie de resumo de todo o rendimento pago ao longo do ano, correspondente ao imposto de renda a ser declarado (2011). No informe entregue pelo empregador, devem estar incluídos o valor pago aos trabalhadores, as deduções realizadas e o imposto retido no ano passado. No caso dos bancos, além dos dados de quantias presentes em conta-corrente, o documento precisa conter valores da conta-investimento.

Corretoras, planos de saúde etc. também disponibilizam o documento aos seus clientes informando, por exemplo, a movimentação ao longo do ano e pagamentos efetuados.

PUBLICIDADE

Documento facilita declaração
A estrutura do informe de rendimentos (campos informando os valores) segue a do formulário da declaração de renda, de forma a facilitar o entendimento dos dados para o preenchimento correto.

É importante frisar que erros no preenchimento ou inconsistência nas informações declaradas podem levar o contribuinte a ter a declaração retida na malha fina para uma análise mais detalhada.

O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) também envia o comprovante aos segurados e ainda disponibiliza, durante a temporada, o documento na página da Previdência Social (www.previdencia.gov.br). Para ter acesso, é preciso o número do benefício, a data de nascimento, nome do beneficiário e o CPF.

Empresas
As empresas que não respeitarem o prazo estão sujeitas ao pagamento de multa por cada documento não entregue. Portanto, se você não receber o seu informe dentro do período estipulado, procure o empregador e exija que as informações cheguem às suas mãos o quanto antes.

Vale lembrar que a Receita prevê multa de R$ 41,43 para cada documento não entregue, enviado fora do prazo ou com informações erradas.