INSS: benefícios começam a ser pagos nesta segunda, com parcela do 13°

Serão liberados mais de 25,144 milhões de benefícios, o que injetará R$ 20,144 bilhões na economia

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) libera, a partir desta segunda-feira (3), o pagamento de aposentadorias, pensões e auxílios referentes ao mês de novembro, mais a segunda parcela do 13º salário.

No total, serão pagos 25.144.279 benefícios, sendo que 21.941.429 têm direito à complementação do abono natalino ou à parte relativa ao segundo semestre, caso tenham iniciado o recebimento do benefício neste período.

Mais de R$ 20 bilhões

O total da folha de pagamento é de R$ 20.144.548.541,95, dos quais R$ 6.648.119.549,73 são referentes à segunda parte do décimo terceiro.

Aprenda a investir na bolsa

Em agosto, a primeira parcela totalizou R$ 6.441.427.153,27, sem o desconto do imposto de renda, que vem debitado todo de uma vez agora, para quem recebe mais de R$ 1.313,69. O total de desconto da folha é de R$ 65.989.837,73.

Benefícios

Do total dos benefícios, 10.131.263 serão depositados em conta corrente e 15.013.016 serão sacados com cartões magnéticos.

Além disso, o Ministério da Previdência Social aponta que 17.482.647 são urbanos, correspondendo ao valor de R$ 16.059.350.072,73, e 7.661.632 são rurais, responsáveis por R$ 4.085.198.469,22.

Calendário

Como ocorre todos os meses, dois lotes de benefícios são liberados por dia, de acordo com o final. Os segurados que possuem o benefício com final 1 e 6, por exemplo, recebem no primeiro dia útil do mês.

Calendário de pagamento
Final do BenefícioData do Pagamento
1 e 603/12
2 e 704/12
3 e 805/12
4 e 906/12
5 e 007/12

Fonte: Previdência Social

Cuidados especiais

Na época do pagamento dos benefícios, aposentados e pensionistas devem tomar cuidados especiais. Para aqueles que pensam que os golpes só acontecem quando estão na fila dos bancos, é preciso mais atenção.

PUBLICIDADE

Isso porque os golpistas já utilizam telefonemas e até visitas às casas dos beneficiários para conseguir o dinheiro. Para que as pessoas não caiam em armadilhas, o Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) dá algumas orientações.

Cartão

O cartão da aposentadoria é a garantia de que o aposentado ou pensionista receberá o benefício. Por isso, o cuidado com o plástico deve ser extremo e a senha deve ser a mais segura e menos óbvia possível, para que você não esqueça e ninguém consiga decifrá-la.

Caso ocorra a perda ou roubo do cartão, avise imediatamente o INSS, o banco responsável e a polícia. Lembre-se também de solicitar seu cancelamento imediato.

Terceiros

Como existem segurados que não têm condições de ir à agência bancária para sacar o dinheiro, o mais indicado é escolher apenas uma pessoa de extrema confiança.

Para não correr o risco de cair em golpes, nunca aceite ajuda ou oferta de vantagem de terceiros, mesmo que estas pareçam atrativas. Caso tenha dúvidas, vá até uma agência do INSS.

Abordagem

Muito cuidado! Algumas pessoas se passam por servidores do INSS e oferecem ajuda para requerer um benefício ou conseguir reajuste. Por isso, é preciso estar atento ao ser abordado por qualquer pessoa, até mesmo para uma conversa.

Como alguns golpes acontecem nas filas dos bancos e agências do INSS, o beneficiário deve evitar conversar com estranhos e ir sozinho sacar o dinheiro. Caso seja abordado por alguém em sua casa ou nas agências, denuncie.