Inflação norte-americana deve registrar uma redução gradual, afirma John Fernald

Desaceleração do crescimento da economia dos EUA deve arrefecer as pressões inflacionárias, afirma <i>Fed</i> de San Francisco

SÃO PAULO – O vice-presidente de pesquisas macroeconômicas do Federal Reserve de São Francisco, John Fernald, afirmou nesta terça-feira (12) que a inflação norte-americana deve registrar uma redução gradual.

Segundo o vice-presidente, os recentes resultados do PIB (Produto Interno Bruto) dos EUA, que registrou crescimento de 2,9% no segundo trimestre – em desaceleração -, reduziram as expectativas do Fed para a evolução do nível geral de preços. “Esperamos que a inflação decresça gradualmente”, afirmou Fernald.

Para o economista, as recentes revisões sobre os ganhos por hora devem ser analisadas de perto. Segundo Fernald, “salários são um custo considerável sobre a produção. Portanto, as empresas podem responder a custos mais altos elevando preços”.

Perspectiva

PUBLICIDADE

De qualquer forma, o vice-presidente afirmou que a expectativa é que haja uma ligeira redução no crescimento do consumo, com um aumento das taxas de poupança.