Indústria paulista cria 18 mil empregos no mês de janeiro, revela Fiesp

A variação foi de 0,86%. Já na comparação com janeiro de 2006, 5 mil postos foram eliminados, o que dá uma queda de 0,26%

SÃO PAULO – A Indústria Paulista aumentou sua força de trabalho em 0,86% em janeiro, sem ajuste sazonal, o que significa a criação de 18 mil vagas.

De acordo com a Pesquisa de Emprego divulgada pela Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo) nesta quarta-feira (07), em 12 meses, houve uma diminuição de 0,26% no nível de emprego (-5 mil vagas).

Contratações e cortes de vagas

Entre os 21 segmentos analisados pela Fiesp, quinze apresentaram desempenho positivo para o emprego em janeiro, frente ao mês anterior.

PUBLICIDADE

O de Fabricação de Produtos Alimentícios e Bebidas (+3,75%) teve o melhor desempenho, seguido pelo de Fabricação de Outros Equipamentos de Transporte (2,28%) e de Fabricação de Coque, Refino de Petróleo, Elaboração de Combustíveis Nucleares e Produção de Álcool (2,16%).

Já em relação ao corte de vagas, os destaques couberam aos segmentos de Fabricação de Máquinas para Escritório e Equipamentos de Informática, que teve redução de 4,17%, e de Confecção de Artigos de Vestuário e Assessórios (-1,42%).

Metodologia da pesquisa

Como a pesquisa foi reformulada, não é possível estabelecer uma comparação com os meses do ano passado. A nova metodologia da Fiesp agora leva em consideração 21 setores que representam mais de 1% das ocupações da indústria, e não apenas os 47 sindicatos anteriormente consultados.