Incompetência ou implicância: como lidar com as diferenças com seu chefe?

Muitas vezes julgamento pode ser feito de maneira emocional, ou seja, equivocado; veja como se comportar diante disso

SÃO PAULO – Quando conversa com seu chefe, o primeiro pensamento que vem a sua cabeça é: como ele chegou até aqui se não consegue nem fazer isso? Diante desta situação, você pode ter certeza que pode, ou não, estar lidando com um chefe incompetente.

No entanto, será que ele é mesmo incompetente ou é somente uma cisma sua. Para que você tenha certeza, e resolva o problema, veja abaixo como verificar um líder sem competências para ocupar seu cargo e quais as providências que você, funcionário, deve tomar diante disso.

Não é cisma sua?

O julgamento de incompetente não está sendo feito de maneira emocional, e não racional? Esta é a primeira pergunta que você deve se fazer para concluir se seu chefe é ou não incompetente. Julgar emocionalmente pode ser equivocado.

PUBLICIDADE

Isso porque, apenas por estar com certo receito por ele não ter tomado a atitude que você julgava correta, pode ficar com má impressão dele e o pré-julgar em todas as atitudes, o que significa que ele ficou com imagem de incompetente. Por isso, sempre pense antes de dizer isto dele: em todas as atitudes ele se mostra errado?

Líder também é gestor

Lembre também que quem lidera uma equipe não precisa ter todas as competências necessárias para uma determinada parte do processo, mas condições de formar uma boa equipe que una todas estas competências, e ainda geri-la.

Um líder precisa ser gestor acima de tudo e é por isso que aquela pessoa que você acha incompetente é seu superior. Antes de criticá-lo, veja se você teria as competências dele e de carregar tanto trabalho nas costas.

Como se livrar dele

Se todos os pontos acima não lhe convenceram de que seu chefe é competente, não tente derrubá-lo. Isso não deve ser feito em nenhum momento no ambiente de trabalho, já que é condenável e anti-ético. Ao invés disso, tente promovê-lo. Com isso, uma nova vaga será aberta para ele na empresa, e você também poderá subir.

Além disso, não se deixe desmotivar por isso. Trabalhe para mostrar os seus resultados, se seu objetivo é continuar na empresa. Caso o problema seja muito sério e esteja diminuindo o rendimento da equipe, pode ter certeza que a própria empresa ou superiores notarão. Por isso, apenas trabalhe para ver os seus resultados.

Agora, se não deseja continuar na empresa e ainda está insatisfeito com seu chefe, é melhor você procurar um outro caminho profissional. O descontentamento com o chefe também pode ser causado pelo cansaço e desapontamento com o seu próprio trabalho.