IBGE: emprego industrial volta a crescer em julho, registrando alta de 0,6%

Frente ao sétimo mês de 2006, a alta atingiu 2,0%, e no acumulado de 2007, o índice de pessoal ocupado subiu 1,5%

SÃO PAULO – O emprego na indústria voltou a cresceu. Após recuar no mês passado, na série livre de influências sazonais, o nível de emprego na indústria nacional cresceu 0,6% em julho, na comparação com junho.

De acordo com a Pesquisa Industrial Mensal de Emprego e Salário, divulgada nesta quarta-feira (13) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), frente ao sétimo mês de 2006, a alta atingiu 2,0%, mantendo seqüência de treze taxas positivas. Nos últimos doze meses, o crescimento é de 1,1%, e no acumulado do ano, de 1,5%.

Destaques

Na comparação com julho de 2006, o índice de pessoal ocupado apresentou variação positiva de 1,5%, resultado apoiado no crescimento de treze dos quatorze locais e em doze dos dezoito ramos.

PUBLICIDADE

No período, o aumento do emprego industrial foi verificado em onze das quatorze áreas investigadas, tendo como destaque: São Paulo (2,9%), Rio Grande do Sul (2,4%) e Minas Gerais (1,9%).

Influências setoriais

Onze dos dezoito setores analisados aumentaram o contingente de trabalhadores entre o sétimo mês de 2006 e deste ano, sobretudo alimentos e bebidas (4,1%), meios de transporte (8,2%) e produtos de metal (8,4%).

Por outro lado, destacaram-se os impactos negativos dos setores de vestuário (-4,7%), madeira (-9,4%) e papel e gráfica (-4,0%).