IBGE: emprego industrial sobe 0,4% em março, pelo 3º mês consecutivo

Na comparação com o terceiro mês de 2006, a pesquisa aponta uma alta de 1,7% no nível de emprego da indústria

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Pelo terceiro mês consecutivo, o nível de emprego da indústria nacional aumentou 0,4% em março, na comparação com fevereiro, considerando a série livre de influências sazonais.

De acordo com a Pesquisa Industrial Mensal de Emprego e Salário, divulgada nesta segunda-feira (14) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), frente ao terceiro mês de 2006, a alta atingiu 1,7%, maior taxa desde maio de 2005 (2,0%). Já no acumulado dos últimos doze meses, houve elevação de 0,4%.

No fechamento do primeiro trimestre de 2007, o índice de pessoal ocupado aumentou 1,2%, em relação a igual período de 2006, e foi 0,5% maior do que o do trimestre anterior (série ajustada sazonalmente).

Destaques regionais

Aprenda a investir na bolsa

Das 14 localidades pesquisadas, 11 apresentaram alta no índice de emprego em março. Os destaques ficaram com São Paulo (2,7%), região Nordeste (2,8%) e região Norte e Centro-Oeste (2,5%).

Por outro lado, os estados do Rio Grande do Sul, de Minas Gerais e Bahia, nos quais o emprego caiu, respectivamente, 2,2%, 0,9% e 0,6%, foram responsáveis pelos principais impactos negativos.

Influências setoriais

No confronto anual, o IBGE aponta que 12 dos 18 ramos pesquisados contribuíram positivamente para o crescimento do emprego, com destaque para alimentos e bebidas (6,7%), produtos de metal (5,6%) e meios de transporte (3,9%).

Já os segmentos de calçados e artigos de couro (-6,6%), vestuário (-5%) e madeira (-4,2%) exerceram as principais influências negativas entre março de 2006 e deste ano.