STOCK PICKERS AO VIVO Fernando Fontoura, da Persevera Asset, e Betina Roxo, estrategista chefe na Rico, contam o que esperar da temporada de resultados

Fernando Fontoura, da Persevera Asset, e Betina Roxo, estrategista chefe na Rico, contam o que esperar da temporada de resultados

IBGE: emprego industrial registra queda de 0,1% em junho

Frente ao sexto mês de 2006, a alta atingiu 2,1% e no acumulado de 2007, o índice de pessoal ocupado cresceu 1,6%

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Após seqüência de cinco altas consecutivas, na série livre de influências sazonais, o nível de emprego na indústria nacional diminuiu 0,1% em junho, na comparação com maio.

De acordo com a Pesquisa Industrial Mensal de Emprego e Salário, divulgada nesta segunda-feira (13) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), frente ao sexto mês de 2006, a alta atingiu 2,1%. Nos últimos doze meses, o crescimento é de 1% e no acumulado do ano, de 1,6%.

Destaques

Na comparação com junho de 2006, o índice de pessoal ocupado apresentou variação positiva de 2,1%, o que significa o décimo segundo resultado positivo consecutivo.

Aprenda a investir na bolsa

No período, o aumento do emprego industrial foi registrado nas 14 regiões pesquisadas, tendo como destaque: São Paulo (2,9%), Minas Gerais (2,1%) e Região Norte e Centro-Oeste (2,3%).

Influências setoriais

Onze dos dezoito setores analisados aumentaram o contingente de trabalhadores entre o sexto mês de 2006 e deste ano, sobretudo alimentos e bebidas (4%), máquinas e equipamentos (9,4%), produtos de metal (8,3%) e meios de transportes (6,6%).

Por outro lado, destacaram-se os impactos negativos dos setores de madeira (-7,6%), vestuário (-4,3%) e calçados e artigos de couro (-4,2%).