IBGE: após 3 quedas seguidas, emprego industrial sobe 0,3% em janeiro

Na comparação com o primeiro mês de 2006, a pesquisa aponta uma alta de 0,9% no nível de emprego da indústria

SÃO PAULO – Após registrar três meses consecutivos de resultados negativos, o nível de emprego da indústria nacional aumentou 0,3% no primeiro mês do ano, na comparação com dezembro, considerando a série livre de influências sazonais.

De acordo com a Pesquisa Industrial Mensal de Emprego e Salário, divulgada nesta sexta-feira (16) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), frente a janeiro de 2006, a alta atingiu 0,9%. Já no acumulado dos últimos doze meses, houve elevação de 0,1%.

Destaques positivos

Das 14 localidades pesquisadas, nove apresentaram alta no índice de emprego em janeiro, em relação ao primeiro mês do ano passado. O destaque ficou com a Região Norte e Centro-Oeste (+4,3%), sobretudo pelo segmento de alimentos e bebidas (11,2%).

PUBLICIDADE

Na seqüência, vieram a Região Nordeste (+2,6%), influenciada principalmente pelo aumento do emprego nas indústrias de alimentos e bebidas (9,4%) e refino de petróleo e produção de álcool (18%), e São Paulo (+1,7%), cujos destaques foram alimentos e bebidas (8,4%) e máquinas e equipamentos (4,2%).

Influências negativas

Por outro lado, o Rio Grande do Sul (-5,0%) apresentou o pior resultado do mês, na comparação anual. Na indústria gaúcha, o setor de calçados e artigos de couro (-18,1%) foi o principal destaque negativo.

Em Minas Gerais (-0,5%), houve redução do emprego, principalmente por causa do setor de vestuário (-14,9%), e no Paraná (-0,4%), o ramo que mais influenciou a queda foi o de madeira (-14,8%).