Boa ideia?

Homem mais rico do mundo acha que você só deveria trabalhar 3 dias por semana

Em contrapartida as pessoas se aposentariam mais tarde - já que a expectativa de vida cresceu, as pessoas poderiam se aposentar aos 70 ou 75 anos de idade

SÃO PAULO – O homem mais rico do mundo pela Revista Forbes, Carlos Slim, quer reduzir a carga de trabalho semanal de seis dias para apenas três. Assim, as pessoas teriam uma qualidade maior de vida e poderiam aproveitar melhor as suas juventudes. 

Assim, em contrapartida as pessoas se aposentariam mais tarde – já que a expectativa de vida cresceu, as pessoas poderiam se aposentar aos 70 ou 75 anos de idade. Para ele, essa mudança é radical e necessária, para que as empresas mudem sua forma de encarar seus próprios funcionários. 

Outro ponto é que as pessoas teriam que trabalhar um pouco mais por dia. Ao contrário das jornadas de trabalho de 8 ou 6 horas, na maioria dos países, as pessoas trabalhariam até 11 horas por dia. Pelo maior descanso, as pessoas supostamente seriam mais criativas e motivadas. 

PUBLICIDADE

E ele começou a aplicar isso em suas empresas. Na Telmex, sua empresa de telefonia do grupo América Móvil, o mexicano instituiu um regime de pós-aposentadoria voluntário. Os funcionários são obrigados a se aposentar legalmente depois de 50 anos de trabalho, mas podem continuar na empresa caso assim desejem. 

Com essa escolha, eles passam a trabalhar apenas quatro dias por mês, recebendo o mesmo salário do que anteriormente. Slim falava em um evento no Paraguai, outro país em que suas empresas são fortes.