Oportunidades

Há vagas: XP Inc., Stone e mais 7 empresas que estão contratando em meio ao coronavírus

Em alguns setores, empresas seguem contratando para atravessar a crise

IPO da XP na Nasdaq
(Tiago Ribeiro/divulgação)

SÃO PAULO – O avanço da pandemia da Covid-19, doença causada pelo coronavírus, freou a atividade econômica no Brasil colocando muitos profissionais e empresas em poblemas financeiros graves. Alguns setores estão enfrentando grandes dificuldades como o de serviços e comércio.

Para Luiz Valente, CEO do Talenses Group, consultoria especializada em recrutamento, diante da gravidade da crise atual, de alguma forma, seja pela cadeia de fornecimento de insumos, sejam pelas condições macroeconômicas do mercado e clientes, ou pelas restrições gerais impostas pela pandemia, todos os setores estão ou serão afetados.

“Mas pensando a curto e médio prazo, acredito que alguns setores e segmentos da economia se mostram mais resilientes e com potencial de performarem relativamente bem durante a crise como é o caso da indústria de alimentos, de equipamentos médico-hospitalares, farmacêuticas, e-commerce, serviços de streaming, varejo alimentar, entre outros”, afirma

PUBLICIDADE

E diante disso, algumas empresas seguem contratando mesmo durante a crise que o país enfrenta. Os profissionais da área da tecnologia esão entre os mais requisitados no momento.

“As demandas neste momento apresentam um comportamento bastante difuso, mas de uma forma em geral estão ligadas às áreas administrativas-financeiras, tecnologia da informação e suporte operacional, especialmente ao segmento hospitalar”, explica Valente. Ele cita alguns cargos que estão em alta como gerentes e analistas de análises laboratoriais, desenvolvedores digitais (UX/UI), cientistas de dados, gerente de custos e controller.

Sobre uma retomada pós crise, o exeutivo acredita que ainda é cedo para tirar conclusões em função da dificuldade em se estimar a duração da quarentena e a profundidade dos impactos nas cadeias de abastecimento dos setores econômicos.

“A tendência parece apontar para um retomada lenta e gradual, a ser efetivamente iniciada ao final do 2º trimestre e início do 3º. A velocidade desta retomada pode ser alterada caso sejam discutidas e aprovadas as reformas tributária e administrativa, e a lei PPPs, PECs Emergencial e Pacto Federativo. Certamente veremos alguns setores da economia retomando mais rapidamente e outros que irão sofrer”, afirma.

Segundo ele, a quantidade de desempregados “infelizmente irá surgir e por consequência a diminuição de consumo por parte da população”.

“Setores como bens de consumo duráveis, construção, turismo, aviação, automotivo, indústrias de bens não essenciais já estão sofrendo com os impactos da crise e muito provavelmente irão ter uma retomada mais lenta. Por outro lado, setores de bens essenciais, tecnologia e saúde são setores que estão com alta demanda e farão com que a economia não pare totalmente”, complementa.

O InfoMoney entrou em contato com algumas empresas que compartilharam as vagas que estão abertas neste momento. Confira:

XP Inc. 

A XP Inc. tem um plano ambicioso de contratar 600 funcionários até o fim do ano e não desacelerou o ritmo mesmo durante a pandemia. A empresa aderiu ao movimento “Não Demita” e não vai demitir empregados em função da Covid-19.

Segundo Guilherme Sant’Anna, head de Gente e Gestão do grupo, a XP Inc. já possuía um plano de contratação a longo prazo antes do movimento. “Dado que temos como ambição ser a maior instituição financeira do país, é mais do que necessário a criação de projetos robustos para melhorar a experiência do nosso cliente, criar novos produtos e agregar valor aos já existentes”, disse.

O plano de aumentar o quadro de funcionários em 600 pessoas foi mantido nesse período de crise, porque o grupo manterá a expansão de parte dos negócios. “E conseguimos adotar medidas rápidas para nos prepararmos para os acontecimentos e seus desdobramentos. Temos um projeto de longo prazo que é transformar o mercado financeiro para melhorar a vida das pessoas. E este plano perpassa a pandemia”, diz. “O objetivo é chegar ao final do ano com um total de 3.100 colaboradores, o que representa ao menos 600 novas vagas abertas e um crescimento de 25% em relação ao quadro atual.”

A empresa busca profissionais áreas como suporte, atendimento ao cliente, desenvolvimento de produtos, tecnologia e dados.

“Os salários para essas novas vagas variam de R$ 5.000 e R$ 20 mil, além de remuneração variável e uma lista completa de benefícios como assessoria e fundo de investimentos exclusivos, aplicativo que dá acesso a academias, coach de corrida, entre outros. Temos também programa de Partnership, em que 25% do nosso quadro de funcionários são sócios”, diz.

Sant’Anna explica que entre os projetos em curso está o lançamento do cartão de crédito com os juros mais baixos do mercado, em parceria com a Visa, além de empréstimos para pessoa física, conforme recentemente anunciados. A empresa também está focada na garantia da robustez das suas plataformas de investimentos (XP Investimentos, Rico e Clear), responsáveis pela maior fatia de receita do Grupo.

“Estamos em busca de pessoas que ajudem na construção destes projetos, e de muitos outros do nosso sonho grande. A XP Inc. foi considerada uma das melhores para trabalhar no país, de acordo com o LinkedIn Top Companies, possui horário flexível, dress code livre, opção para trabalhar fora do escritório e sede nos principais centros financeiros do mundo”, diz.

PUBLICIDADE

Os requisitos mais importantes para a XP são que os candidatos se identifiquem com a cultura da empresa, tenham espírito empreendedor, mente aberta e sonho grande. Para se inscrever, clique aqui.

Stone

A fintech anunciou que está com vagas abertas para a área de tecnologia. “O home office deixou de ser benefício e se tornou a rotina de muitos profissionais durante a crise. Quem gosta de trabalhar em casa e já está habituado a desenvolver todas as tarefas online é o candidato adequado para a área de Inovação da Stone”, diz a empresa.

O time oferece mais de 10 vagas para profissionais de tecnologia, que podem optar pelo trabalho remoto de qualquer cidade do Brasil.

As novas oportunidades de emprego incluem vagas principalmente para desenvolvedores de software e designers. Não há data limite para as inscrições e, mesmo que não sejam selecionados, os perfis ficarão cadastrados na plataforma. As oportunidades estão relacionadas à construção da Conta Stone, uma conta de pagamento feita para empreendedores.

Renata Zenaro, da área de Inovação da Stone, explica que a empresa busca profissionais alinhados à sua cultura para as vagas de tecnologia. “Temos vagas em áreas diversas de atuação, que demandam conhecimento específico para cada uma. Contudo, buscamos profissionais que se identificam com o nosso propósito e que valorizam o aprendizado. Boa comunicação também é fundamental, já que a equipe trabalha de forma remota”, diz.

A área já era habituada a conduzir processos seletivos com todas as etapas online, mas agora isso virou regra. A empresa oferece os benefícios de vale alimentação e refeição, vale transporte, plano de saúde e odontológico, seguro de vida, auxílio creche e auxílio academia.

As novas contratações visam impulsionar o ritmo acelerado de crescimento da companhia. Para se candidatar, clique aqui.

Facebook

A empresa está contratando “de uma forma muito agressiva”, afirmou a COO Sheryl Sandberg ao site CNBC. Serão 10 mil novos empregados no mundo todo até o fim deste ano, principalmente para os times de engenharia e produtos.

PUBLICIDADE

O Facebook também continua a intensificar seus esforços para combater a desinformação antes das eleições presidenciais dos EUA em novembro, e contratará novos trabalhadores para suas equipes jurídicas e de operações globais.

No site da empresa estão abertas 2,8 mil vagas, sendo que 36 no Brasil, divididas entre São Paulo e Brasília. Para se candidatar e saber mais informações, clique aqui. 

Nubank

O Nubank também segue ampliando seu quadro de funcionários. Desde que implantou o trabalho remoto, no dia 12 de março, 85 novos profissionais foram admitidos e mais 18 vagas estão abertas. A fintech já havia decidido não realizar demissões em massa desde o início da crise do coronavírus.

As vagas disponíveis são para áreas como finanças, recursos humanos, tecnologia design entre outras. “O Nubank está crescendo rapidamente e procuramos profissionais que possam adicionar à nossa cultura e escalar com sucesso equipes fortes e diversas”, diz a empresa.

Para acessar as vagas disponíveis, clique aqui. 

Apple

A Apple está com vagas abertas e vem atualizando suas demandas neste último mês. Há vagas para várias áreas, mas principalmente para engenheiros de software e gerentes de produto.

Em 2008, a empresa aproveitou a crise financeira para contratar agressivamente, e pode estar repetindo a dose neste momento. Segundo informações do Wall Street Journal, o CEO Tim Cook afirmou que pretende seguir os mesmos planos de nos próximos meses.

A empresa também ampliou as vantagens para os funcionários da Apple Store, que estão de férias remuneradas desde que fecharam todas as lojas norte-americanas indefinidamente no mês passado. A Apple também treinou seus funcionários de varejo para trabalharem de casa no auxílio de reparos e suporte técnico.

“As pessoas da Apple não apenas criam produtos, elas revolucionam a indústria como um todo. É a diversidade dessas pessoas e suas idéias que inspira a inovação, que está presente em tudo o que fazemos, desde tecnologias incríveis até a liderança em esforços ambientais. Junte-se à Apple e ajude-nos a deixar o mundo melhor do que o encontramos”, diz a empresa na descrição das vagas. 

Para se candidatar, clique aqui. 

Google

Atualmente, o Google tem mais de 3 mil posições abertas listadas online. Muitas foram publicadas na última semana, incluindo funções como engenheiro de software e gerente de programa.

A empresa afirmou que já havia se aproveitado das desacelerações econômicas para fazer algumas de suas principais contratações, como na Bolha da Internet há 20 anos, segundo informações do The Wall Street Journal.

As vagas estão disponíveis em vários polos da empresa ao redor do mundo, inclusive no Brasil. O foco das contratações é tecnologia e há vagas para todos os níveis de senioridade.

Para se candidatar, clique aqui.

Amazon

A Amazon também segue contratando no Brasil e no mundo. A varejista já havia anunciado que contrataria pelo menos 175 mil novos funcionários neste ano para armazéns e logística para atender à crescente demanda por entrega em meio à crise.

Além disso, a empresa possui mais de 20 mil vagas de tecnologia abertas em seu site, principalmente para desenvolvedores de software, arquitetos de soluções e profissionais de suporte de TI.

No Brasil, são 185 vagas no total: a maioria são vagas integrais também focadas em tecnologia.

Nestlé

A empresa de alimentos e bebidas também segue contratando para algumas áreas estratégicas neste momento. São 189 vagas abertas, nas áreas de vendas, supply chain, técnica, finanças, recursos humanos e tecnologia.

Há posições para todos os níveis de senioridade e vagas em diversas localidades como: São Paulo (capital); Vilha Velha (ES); Marília (SP); São José do Rio Pardo (SP); Araras (SP); Ribeirão Preto (SP); Araçatuba (SP); Caçapava (SP); Cuiabá (MT); Florianópolis (SC); Belo Horizonte (MG); Cordeirópolis (SP); Porto Alegre (RS); Curitiba (PR); Itabuna (BA); Ituiutaba (MG); Barra Tijuca (RJ); Feira de Santana (SP); Ibiá (MG); Recife (PE).

Para se inscrever, clique aqui.

Correios

Os Correios têm vagas exclusivas para o Programa Jovem Aprendiz. Ao todo, são 4.462 posições, mais a formação de cadastro de reserva, disponíveis em todo território nacional.

De acordo com a empresa, as inscrições podem ser realizadas até o dia até 30 de abril.  

Para participar é preciso ter  entre 14 e 22 anos de idade completos; cursar, no mínimo, o 6º ano do Ensino Fundamental; estar matriculado e frequentando a escola; não ter sido contratado anteriormente como jovem aprendiz dos Correios e nem ter mantido vínculo empregatício com a empresa.

A seleção será feita por meio de comprovação de requisitos referentes à renda familiar, a idade no ato da inscrição, instituição de ensino onde estuda e a partir de pontuação detalhada no edital. Os aprovados irão receber o salário mínimo por hora, no valor de R$ 490,83, além disso, eles receberão o vale-transporte, vale-refeição ou alimentação e uniforme.

No total, serão 20 horas semanais. O Jovem Aprendiz dos Correios irá conciliar, durante a sua jornada de trabalho, a fase teórica dos cursos de Assistente Administrativo e de Assistente de Logística, em uma instituição qualificada na formação técnico-profissional, e o exercício profissional nos Correios

Para participar, clique aqui. 

Está na hora de mudar de carreira: conheça o MBA Ações & Stock Picking do InfoMoney + Ibmec, o primeiro do Brasil totalmente dedicado ao mercado de ações.