França

Grife francesa vende blusa com a palavra ‘desempregado’ e causa polêmica

Franceses se ofenderam com a peça de roupa que ironizava problema que atinge mais de 10% da população do país

SÃO PAULO – A grife francesa Le Léon causou alvoroço na França após colocar em seu site de vendas um pulôver de casimira com a palavra “desempregado” bordada à mão. Contudo, a novidade nada agradou aos franceses, que repreenderam a marca na rede social Twitter por ironizar um problema que atinge mais de 10% da população ativa do país.

De acordo com o site Terra Femina, a repercussão teria começado no último dia de julho, quando a marca lançou a peça de roupa com a escrita, que custava € 285 (cerca de R$ 864,55, de acordo com a cotação do Banco Central da última sexta-feira). Além da palavra, o valor do pulôver também remete ao problema, já que corresponde a cerca de 30% do valor do seguro-desemprego mensal recebido pelos franceses.

Logo depois do lançamento, diversos internautas disseram estar chocados com a estratégia de marketing da empresa, em utilizar um problema para vender produtos de luxo. Procurado pela France TV, o criador da marca, Léon Taieb, tentou explicar: “Eu só queria algo bonito e a palavra ‘desempregado’ é uma palavra bonita. Todos nós somos um pouco desempregados, podemos vesti-la aos domingos”. Depois disso, a marca retirou as vendas e se desculpou em sua página no Facebook.

PUBLICIDADE