Greve dos bancários pode ser encerrada nesta quarta-feira

Profissionais se reunirão em assembleias para avaliar as propostas apresentadas pela Fenaban, que inclui índice de reajuste de 7,5%

SÃO PAULO – A greve dos bancários, que atinge os profissionais e mais de 8 mil agências de todo o País desde o final de setembro, pode ser encerrada nesta quarta-feira (13).

Os profissionais se reunirão em assembleias para avaliar as propostas apresentadas pela Fenaban (Federação Nacional dos Bancos), que inclui índice de reajuste de 7,5% para quem ganha até R$ 5.250.

Para salários superiores, a proposta prevê um fixo de R$ 393,75 ou reajuste de 4,29% (inflação do período). A ordem do Comando Nacional dos Bancários é de aceitar as novas propostas apresentadas.

PUBLICIDADE

Segundo o presidente da Contraf (Confederação Nacional dos Trabalhadores do ramo Financeiro), Carlos Cordeiro, os números propostos representam valorização dos pisos salariais, melhoria na PLR (Participação nos Lucros e Resultados) e implementação de mecanismos para combater o assédio moral no trabalho.

O que fazer com as contas?
Até a última segunda-feira (11), 8.280 agências estavam fechadas. Esta é a maior greve dos últimos 20 anos, segundo os representantes dos bancários. Com a paralisação, fica mais difícil pagar as contas. Mas, existem outras canais de atendimento disponíveis aos consumidores.

De acordo com a Fenaban, o consumidor tem à sua disposição os canais de atendimento remoto, como a rede de correspondentes composta por casas lotéricas, agências dos correios, redes de supermercados e outros estabelecimentos comerciais credenciados.

Além disso, as contas que estiverem dentro do prazo de vencimento podem ser pagas por meio das centrais telefônicas dos bancos. Os clientes podem ainda realizar transações por meio do internet banking, telefone e mobile banking (operações pelo telefone celular).

A Fenaban acrescenta que todos os canais citados funcionarão normalmente, assim como os serviços de compensação de cheques, transferência de recursos via DOC (Documento de Ordem de Crédito) ou TED (Transferência Eletrônica Disponível), bem como o recolhimento de depósitos e pagamentos nos caixas eletrônicos e o abastecimento de numerário desses equipamentos.