Governo suspende nomeações e novos concursos públicos

De acordo com ministra do Planejamento, exceções serão analisadas caso a caso e novas contratações serão olhadas com "lupa"

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Novos concursos públicos e nomeações de servidores públicos federais estão suspensos neste ano de 2011, anunciou nesta quarta-feira (9) a ministra do Planejamento, Miriam Belchior.

O congelamento ocorrerá por conta de um corte que será feito no orçamento do governo, da ordem de R$ 50 bilhões, que prevê uma contenção de despesas administrativas.

“Em princípio, as chamadas estão suspensas até uma análise criteriosa. O tom geral é de a gente ver com bastante cuidado qualquer nomeação neste ano”, disse a ministra, que completou. “Concursos novos, só após essa análise criteriosa”.

Aprenda a investir na bolsa

A ministra disse ainda que as exceções serão analisadas caso a caso e que novas contratações serão olhadas com “lupa”.

Cortes no orçamento
Os cortes no Orçamento não devem atingir programas sociais e devem estimular investimentos públicos e privados.

De acordo com o ministro da Fazenda, Guido Mantega, o corte de custos vai ser feito para que o governo também possa investir e para garantir a queda na taxa básica de juro.

“Isso abre caminho para que o Banco Central – quando for o momento, não agora, com a inflação nesse patamar, quando for oportuno – fazer a redução dos juros”, afirmou.