Presidência

Governo pedirá à TIM informações sobre acesso a dados de Dilma, diz jornal

Empresa demitiu dois empregados que acessaram os dados da presidente

SÃO PAULO – O Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República irá pedir informações à TIM sobre o acesso aos dados cadastrais de Dilma Rousseff na Serasa Experian por funcionários da operadora, afirmou o jornal Folha de S. Paulo desta quinta-feira (22).

Segundo a publicação, a presidente não tentou comprar telefone nem qualquer outro serviço da empresa, e por isso a bisbilhotagem é considerada injustificável. A empresa demitiu os dois empregados que acessaram os dados alegando que eles quebraram o código de conduta da companhia. O cadastro do ex-presidente Lula também foi acessado.