Gestor deve avaliar erros e acertos para começar 2011 com o “pé direito”

Para especialista, gestor deve fazer uma descrição das funções e do que espera que a equipe entregue no próximo ano

SÃO PAULO – O fim de ano está chegando e esta é a hora do gestor avaliar erros e acertos para começar 2011 com o “pé direito”. Ao menos, esta é a sugestão do CEO da Thomas Brasil, Víctor Martínez.

De acordo com ele, até o fim do ano, o gestor deve fazer uma descrição das funções e do que espera que a equipe entregue no próximo ano, incluindo habilidades técnicas e comportamentais.

Feito isso, é o momento de analisar quais das habilidades já estão presentes na equipe e quais devem ser desenvolvidas, sendo que, após este diagnóstico, vale se reunir com os liderados e ouvi-los.

PUBLICIDADE

“É interessante compartilhar este diagnóstico com a equipe e ouvir a opinião das pessoas para ter uma visão mais completa”, diz.

Autoavaliação
Diagnosticadas as defasagens, o gestor deve focar nas estratégias para desenvolvê-las. Se o problema incluir habilidades técnicas, vale investir em cursos. No caso do foco ser as habilidades comportamentais, o serviço de coaching pode trazer uma solução.

Além disso, o gestor ainda deve se perguntar se sua equipe está trabalhando com garra e determinação e se os colaboradores têm perfil para o cargo que ocupam, sendo que não se pode esquecer que o momento também é propício para que o gestor avalie o seu próprio trabalho.

“O gestor deve se perguntar o quanto ele conhece sua equipe, suas qualidades e deficiências”, finaliza.