Em carreira / gestao-e-lideranca

George Soros reduz pela metade participação na ADM com guerra comercial

Gigante agrícola enfrenta lentidão nos mercados de commodities

George Soros
(Reuters)

(Bloomberg) -- O bilionário George Soros reduziu em mais da metade sua participação na Archer-Daniels-Midland, em um momento em que a gigante agrícola enfrenta lentidão nos mercados de commodities devido à guerra comercial entre EUA e China.

A Soros Fund Management detinha 325.000 ações da ADM no final do ano passado, segundo documentação apresentada na quinta-feira. No fim do terceiro trimestre, a gestora tinha 720.000 ações da empresa, que é uma das maiores produtoras de biocombustível dos EUA.

No quarto trimestre, a ADM teve lucro abaixo das estimativas dos analistas pela primeira vez em mais de um ano. O resultado decepcionou porque a falta de compradores chineses ampliou o excesso de oferta de etanol. O preço das ações teve pouca variação no último ano.

A decisão de Soros veio à tona no mesmo dia em que saíram diversas notícias mostrando agravamento da situação da agricultura nos EUA. A guerra comercial prejudica a demanda por diversos itens — da soja às nectarinas — depois que a China impôs tarifas de retaliação sobre produtos americanos.

O etanol feito de milho tem sido particularmente afetado. Todd Becker, presidente da fabricante de biocombustível Green Plains, estima que seu setor queimou aproximadamente US$ 1 bilhão em caixa para suportar as dificuldades de 2018.

A China impôs alíquota de 70 por cento sobre o combustível americano.

Invista melhor o seu dinheiro. Abra uma conta gratuita na XP. 

 

Contato