EXPERIMENTE!

Clique e experimente a
versão rápida do

Em carreira / gestao-e-lideranca

Jorge Paulo Lemann critica startups com foco em "história bonita"

"Antigamente, a maneira de ganhar dinheiro rápido era fazendo alguma operação que desse lucro", cutuca bilionário  

Jorge Paulo Lemann
(Paula Zogbi)

SÃO PAULO – Jorge Paulo Lemann se impressiona com inovação, mas nem tanto com “histórias bonitas” de startups. Em entrevista ao Podcast Rio Bravo de número 500, o bilionário falou sobre pequenas empresas em busca de financiamento, criticando uma atitude que observa neste mercado: a ótica de ganhar dinheiro pela história.

“O que é curioso na startup é que, antigamente, a maneira de ganhar dinheiro rápido era fazendo alguma operação que desse lucro ou montando uma empresa que desse lucro”, comparou o empresário.

Quer investir melhor o seu dinheiro? Abra uma conta na XP.

“E, com a maioria dessas startups técnicas, o objetivo não é o lucro, o lucro de balanço, o objetivo é gerar uma história com a qual você vai captar mais dinheiro de novos investidores”, criticou. “Eu acho que tem muita startup aí que o pessoal está levantando dinheiro a preços absurdos”, complementou.

A fala de Lemann contrasta com outra declaração que o bilionário fez sobre inovação recentemente. Em maio deste ano, durante a conferência anual do Milken Institute, ele se declarou um “dinossauro apavorado” que foi “pego de surpresa” por inovações nos mercados em que participa, acrescentando que precisou correr atrás para se ajustar. “Estamos sendo afetados por tudo”, disse ele na ocasião, comprovando que seu “pé atrás” se refere às startups que não trazem grandes novidades a seus setores.

Para ler a entrevista completa de Lemann ao Podcast Rio Bravo, clique aqui.

Contato