Em carreira / gestao-e-lideranca

Bill Gates diz que pessoas "ricas como ele" deveriam pagar mais imposto

Bilionário se manifestou acerca da nova lei de tributos dos EUA

Bill Gates
(Shutterstock)

SÃO PAULO - O fundador da Microsoft, Bill Gates, não está contente com a nova lei norte-americana que prevê a redução de impostos a grandes empresas. Em entrevista à rede de TV CNN, o bilionário disse que deveria pagar impostos mais altos e que o governo deveria exigir que os super-ricos fizessem o mesmo. "Eu preciso pagar mais imposto", afirmou. 

Com um patrimônio de US$ 92 bilhões, Gates é o segundo homem mais rico do mundo, abaixo apenas de Jeff Bezos, CEO da Amazon, e um dos mais filantrópicos, já tendo doado mais de US$ 40 bilhões de sua riqueza à caridade. "Não é uma lei progressista, mas regressiva", disse. Segundo ele, os maiores benefícios da lei serão sentidos pelos super-ricos, apesar dos republicanos afirmarem que o corte de juros irá ajudar as classes trabalhadora e média dos EUA. 

"Ainda temos um sexto da população vivendo em condições que deveriam ser muito decepcionantes para nós, e as políticas do governo deveriam pensar: 'Por que não estamos fazendo um trabalho melhor por essas pessoas?'", disse. 

Quer investir melhor seu dinheiro? Clique aqui e abra uma conta na XP 

Contato