Gestão de equipe: bom equilíbrio das diferenças

Garantir o equilíbrio de um grupo é uma tarefa difícil, mas não impossível. Observe alguns aspectos que poderão ajudá-lo nesta "missão" de liderança

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Ao formar uma equipe de trabalho, você tem muitas vezes a impressão de estar montando um verdadeiro quebra-cabeça. Afinal, são peças diferentes que, unidas, deverão integrar um bom conjunto. E, para atingir o resultado tão esperado, seu papel como líder será fundamental.

Conheça cada integrante

Um bom time não se forma de um dia para outro, a não ser por um tremendo golpe de sorte. É necessário conhecer cada membro deste grupo. E não estamos falando aqui só do trabalho propriamente dito. É preciso analisar outros aspectos, que configuram o seu perfil.

Para isso, procure se aproximar de cada integrante e não tenha pressa em conhecê-los. Trata-se de um período de avaliação precioso para a garantia de bons resultados. Desta forma você poderá perceber aqueles que têm melhores condições para assumir maior responsabilidade. E isto envolve vários fatores: conhecimento, disposição e flexibilidade são apenas alguns deles.

Aprenda a investir na bolsa

Verifique o temperamento de cada um: se gosta de conversar ou não, se é animado, se sente disposição para o trabalho que executa, se tem bom relacionamento com o grupo. Para perceber muitos destes aspectos, você deverá usar toda a sua observação.

Concilie as diferenças

Observado cada integrante, é bom compreender que moldar um grupo não significa ter pessoas de mesmo perfil. Ao contrário, é necessário compreender que a verdadeira afinidade ocorre pela diferença, ou seja: é interessante a busca de pessoas que se complementam. Este é o verdadeiro grupo.

Vamos a um caso prático: você contrata para a sua equipe várias pessoas expansivas, muito dispostas ao trabalho e pouco voltadas à pesquisa e à organização. Qual será o resultado? Um grupo “elétrico”! Isto significa que você conseguiu um grupo dinâmico, porém pouco estruturado e com grande tendência à desordem. Neste caso, seria preciso contratar alguns funcionários de perfil diferente para compensar algumas deficiências.

Evite ser sempre a referência

Outro aspecto que deve ser observado para que consiga uma equipe integrada e coesa é que não contrate, durante um processo de seleção, apenas funcionários parecidos com você. Pense sempre no grupo.

Antes de qualquer contratação, analise sua equipe, verificando pontos positivos e negativos. Tente visualizar os elementos que estão faltando ao grupo: dinamismo, tranqüilidade, segurança, motivação, conhecimento, maturidade, organização. Com esta resposta em mãos, você terá a ferramenta necessária para a contratação ideal.

Caso aprove apenas candidatos com o seu perfil, terá novamente uma equipe defasada em certos aspectos, já que você não é perfeito e deve ter, como todos, seus pontos fracos. Portanto, o segredo é pensar sempre no coletivo, conhecendo muito bem cada membro deste grupo.

PUBLICIDADE

Não se esqueça de que você, como dono deste quebra-cabeça, tem a missão de mantê-lo sempre pronto a um novo encaixe, quando alguma das peças se soltar. Isso significa que cabe a você a preservação e o sucesso de seu grupo. Lute por isso!