Emprego

Geração de empregos continua baixa, alerta OCDE

O texto prevê que a taxa de desemprego vai continuar em "queda lenta" ao longo deste ano e no próximo, e deve chegar a 6,5% no final de 2016, de 7,1% no final do ano passado

arrow_forwardMais sobre

A economia global ainda não está crescendo rápido o suficiente para substituir rapidamente os postos de emprego perdidos na esteira da crise financeira de 2008, afirma um relatório da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), que alerta ainda que milhões de pessoas estão em risco de vida por causa de trabalhos inseguros e de baixa remuneração.

No seu relatório anual sobre o emprego, o a instituição com sede em Paris, disse que, em maio de 2015, cerca de 42 milhões de pessoas estavam sem trabalho, 10 milhões a mais do que antes da crise. O texto prevê que a taxa de desemprego vai continuar em “queda lenta” ao longo deste ano e no próximo, e deve chegar a 6,5% no final de 2016, de 7,1% no final do ano passado.

“O emprego ainda está crescendo muito lentamente nos países da OCDE, não conseguindo fechar a lacuna de empregos causada pela crise”, escreveu Stefano Scarpetta, diretor de Emprego, Trabalho e Assuntos Sociais da OCDE. “Consequentemente, o desemprego continuará elevado até ao final de 2016.” Fonte: Dow Jones Newswires.

PUBLICIDADE