Bondade

Fundadores do Airbnb prometem doar maior parte de fortuna de US$ 10 bi para caridade

Eles se juntaram a uma série de outros bilionários que tomaram decisões similares

SÃO PAULO – Desde o lançamento em 2008, a empresa de compartilhamento de casas Airbnb cresceu até se tornar uma companhia de US$ 25 bilhões. Agora, os fundadores da startup de tecnologia estão abrindo mão de uma grande parte dessa fortuna para a caridade, afirma o site Business Insider.

No dia 1º de junho, os três cofundadores da empresa, Brian Chesky, Joe Gebbia e Nathan Blecharczyk anunciaram que doarão a maior parte de suas fortunas para a Giving Pledge, inciativa filantrópica iniciada por Bill e Melinda Gates.

Para fazer parte dela, os membros devem se comprometer a doar mais de 50% de suas fortunas, seja durante a vida ou em seus testamentos. Os fundadores do Airbnb, que se estima que sejam donos de um patrimônio de US$ 3,3 bilhões cada um, são parte de um grupo de 17 bilionários que acabaram de colocar seus nomes na crescente lista da Giving Pledge.

PUBLICIDADE

Composta por 154 bilionários de 16 países, incluindo Mark Zuckerberg, Priscilla Chan, Michael Bloomberg e Elon Musk, o grupo mira resolver os problemas mais urgentes do mundo, como a pobreza e o acesso à educação. Os membros podem doar suas fortunas para a organização de caridade de sua escolha.

No ano passado, Zuckerberg, do Facebook, anunciou que doará 99% de suas ações, que são avaliadas em US$ 45 bilhões, para a Chan Zukerberg Initiative, que foca em educação, saúde e em conectar as pessoas. Outro figurão da tecnologia que também teve atitude semelhante foi o fundador do eBay, Pierre Omidyar, que estabeleceu uma fundação que já deu praticamente US$ 270 milhões para causas de direitos humanos.

 

Leia também:

O método do editor-chefe do InfoMoney para economizar (funcionou até quando ele ganhava R$ 1.300/mês)

Baixe um pacote de planilhas financeiras gratuitas

PUBLICIDADE

Quer saber se você está investindo bem? Faça uma simulação