CEMPRE/IBGE

Funcionários de empresas privadas são os que recebem o menor salário no mercado

Pesquisa mostra que salário dos trabalhadores de empresas é 60% menor do que funcionários públicos

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Os trabalhadores de entidades empresariais recebem salários quase 60% menores, quando comparados com funcionários públicos e empregados de entidades sem fins lucrativos. Os dados são do CEMPRE (Cadastro Central de Empresas), do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Segundo o documento, em 2013 os salários médios pagos pelo setor privado ficaram em R$ 1.889,29, enquanto na administração pública a média foi R$ 2.987,09 e nas demais entidades, R$ 2.016,42.

Apesar de pagarem os menores benefícios, as entidades empresariais representavam 89,9% das 5,4 milhões de empresas e outras organizações do CEMPRE, que reúne informações cadastrais e econômicas de empresas e outras organizações formalizadas no Brasil.

PUBLICIDADE

Os dados ainda mostram que o salário aumentou. Em relação a 2012, o total de salários e outras remunerações aumentou 6,1%, enquanto o salário médio mensal cresceu 3,7%, em termos reais.

Nível superior
A explicação para essa diferença de remuneração está na escolaridade dos trabalhadores. Em 2013, 18,5% das pessoas ocupadas assalariadas possuíam nível superior, contra 81,5% que não possuíam.

Dessas pessoas que não possuem diploma, a maioria (88,9%) trabalhava em empresas do setor privado, enquanto 42,15% daqueles que terminaram a faculdade estão no setor público.

O pessoal ocupado assalariado com nível superior recebeu, em 2013, em média, R$ 4.726,21, enquanto o pessoal sem nível superior, R$ 1.525,36.