Diz pesquisa

Funcionários das empresas mais desejadas do mundo deixam o trabalho em até dois anos

De acordo com estudo da Paysa, o tempo máximo que chegaram a trabalhar em uma delas foi 2,02 anos – caso do Facebook 

SÃO PAULO – Entre as companhias que os jovens mais desejam trabalhar estão o Facebook, Amazon, Google, Apple e as demais gigantes da tecnologia, apontam diversos estudos já realizados, inclusive pelo LinkedIn

Ainda assim, os funcionários que trabalham nelas não chegam a ficar três anos na empresa: de acordo com um estudo da Paysa, empresa que compara as características de empresas, o tempo máximo que chegaram a trabalhar em uma delas foi 2,02 anos – caso do Facebook, que lidera o gráfico.

Foram avaliadas dez empresas: Facebook, Google, Oracle, Apple, Amazon, Twitter, Microsoft, Airbnb, Snap Inc. – controladora do Snapchat – e Uber. Elas foram divididas entre “disruptivas da tecnologia”, as avaliadas em mais de US$ 10 bilhões e que estão na bolsa há pelo menos dez anos, e “titãs”, com valor de mercado superior a US$ 100 bilhões e que também estejam na bolsa há pelo menos 10 anos.

PUBLICIDADE

Confira abaixo qual a permanência média dos funcionários em cada uma delas:

Quer investir melhor seu dinheiro? Clique aqui e abra sua conta na XP Investimentos.