Funcionário-modelo: descubra como manter esta estrela sempre motivada

Se é difícil encontrá-lo, mais complicado ainda é manter um talento na equipe por muito tempo; saiba por quê

Aprenda a investir na bolsa

São Paulo – Funcionários-estrelas. Você daria tudo para encontrá-los e tê-los como parte da equipe. Eles se destacam dos demais funcionários, são brilhantes em sua função, entusiastas, criativos e propõem soluções com rapidez.

Mas nem tudo está garantido depois de encontrar uma destas raridades. É comum que, depois de algum tempo empregados, estes talentos se desmotivem e o entusiasmo inicial da contratação se transforme subitamente em pedido de demissão. Geralmente, nestes casos, não se faz idéia do que aconteceu.

A questão, portanto, não está somente em achar um funcionário-estrela, mas sim, principalmente, em encontrar a melhor maneira de administrar sua carreira.

Descubra o que motiva sua estrela

Aprenda a investir na bolsa

Seu desafio, portanto, como líder, é manter esta figura no seu quadro de funcionários. Embora, na maioria das vezes, o funcionário-estrela tenha um ego exacerbado e possa até mesmo ser arrogante, esse tipo de comportamento não é regra.

Independentemente da personalidade do seu funcionário-modelo, esteja atento, em primeiro lugar, a descobrir o que lhe gera motivação, pelo que ele se interessa, quais são seus sonhos. Valorize, então, estas constatações, auxiliando sua estrela em sua realização profissional.

Abra espaço também para críticas e sugestões de seu talento, tanto sobre a gestão da equipe, quanto sobre sua própria função ou demais quesitos que quiser sugerir. É importante fazer com que ele se sinta parte do todo.

Autonomia, elogios e remuneração

Outros pontos fundamentais são: autonomia, elogios e remuneração. Dê ao seu funcionário-estrela independência para trabalhar e criar. Porém, esteja sempre por perto, auxiliando-o e coordenando.

Para manter este talento em sua equipe, é fundamental que o elogie sinceramente. E não restrinja essas considerações somente a reuniões particulares. Não custa nada para você e vale muito para seu talento ter o ego massageado entre outros funcionários também.

E a última recomendação, embora pareça óbvia, pode transformar a infelicidade de seu funcionário-estrela: pague-o bem, ofereça-lhe benefícios e o promova. Cuidado, apenas, para verificar se no cargo futuro a estrela também brilharia da mesma forma que no atual. Considere sempre as características pessoais do funcionário-padrão antes de promovê-lo.

PUBLICIDADE