Física: estudo das leis naturais e muitos cálculos compõem a rotina

Tecnologia de ponta nas fibras óticas, chips e supercondutores mantêm física dos materiais como segmento em alta

SÃO PAULO – Na correria do cotidiano, deixamos de perceber fenômenos importantes, mas que, como acontecem praticamente o tempo todo, passam despercebidos. Pois bem, muitos deles são acompanhados pela física: as descargas elétricas, o magnetismo, o movimento, entre tantos outros.

Portanto, objetos de estudo não faltam a este profissional, que tem seu perfil composto pelo espírito analítico, curiosidade, habilidade de lidar com números e dados estatísticos, raciocínio abstrato, criatividade, imaginação, interesse por questões científicas e curiosidade.

Atuação

Os físicos podem atuar em praticamente todos os segmentos da atividade científica e industrial, além do ensino. A física dos materiais, que desenvolve tecnologia de ponta para fibras ópticas, chips e supercondutores também é uma opção bastante procurada pelos profissionais.

PUBLICIDADE

Para quem quer se destacar nesta profissão, recomenda-se desenvolver um trabalho de pesquisa ainda na faculdade, visando adquirir conhecimentos e preparo o quanto antes.

Em relação ao mercado de trabalho, aqueles que concluem uma pós-graduação são bastante absorvidos pelas universidades públicas e centros de pesquisa. Por sua vez, os bacharéis podem encontrar vagas em indústrias automobilísticas, metalúrgicas, de instrumentos científicos e de microeletrônicos, envolvendo desde a criação até a gerência de produtos.

Uma curiosidade: já imaginou encontrar um físico no mercado financeiro? Pois bem, os bancos de investimentos passaram a aproveitar o potencial deste profissional em trabalhar com modelos problemáticos para tentar prever o comportamento das ações nas bolsas de valores.

Sobre o curso

Nos dois primeiros anos do curso, os interessados em cursar a faculdade de Física terão aulas de matérias mais básicas como, por exemplo, cálculo, eletricidade, computação e mecânica. No terceiro ano começam as matérias específicas, como física nuclear, molecular e da matéria condensada. No laboratório, terão contato com disciplinas voltadas à acústica, laser e microeletrônica, por exemplo.

Os alunos que optarem pela magistratura, visando a possibilidade de dar aulas para o ensino fundamental e médio, terão contato com disciplinas mais específicas na área, como pedagogia.