Emprego

Fim de ano deve criar mais de 44 mil vagas temporárias em São Paulo

As atividades de vendedores, atendentes, estoquistas, repositores e caixas são as vagas mais comuns de contratação nessa temporada

SÃO PAULO – Quem está em busca de uma oportunidade de entrar no mercado de trabalho não pode perder as oportuinidades que surgem neste período do ano, devido ao Natal e Ano Novo. De acordo com uma pesquisa feita pela FCDLESP (Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado de São Paulo), cerca de 20 mil vagas podem ser abertas no comércio e varejo na cidade de São Paulo até o mês de dezembro. Se somar com outras oportunidades do estado, as vagas podem chegar a 44 mil.

As atividades de vendedores, atendentes, estoquistas, repositores e caixas são as vagas mais comuns de contratação nessa temporada. “Varejo e empresas prestadoras de serviços serão as que mais terão vagas temporárias. O profissional que se destacar terá chances de ser efetivado, pois na sequência das festas de fim de ano temos carnaval e páscoa, datas que também movimentam o comércio. O índice de efetivação pode chegar a 20% no estado”, explica o presidente da FCDLESP, Mauricio Stainoff.

A pesquisa também revela que as empresas que vendem ou produzem brinquedos, calçados e confecções deverão liderar as contratações, mas muitos outros segmentos preveem aumentar a equipe na temporada.

PUBLICIDADE

Regiões
A região de Campinas espera gerar cerca de 10 mil vagas temporárias. “Comércio central, shoppings, supermercados e indústrias concentrarão as vagas, representando um crescimento de 6,51% comparado ao mesmo período do ano passado”, afirma a presidente da CDL de Campinas, Adriana Flosi. Na região de São José do Rio Preto, as expectativas também são positivas e o crescimento deve chegar a 8% no número de contratações temporárias.

Já Sertãozinho e Araraquara também poderão apresentar aumento nas contratações, com previsão de 30% e 35% no número de vagas, respectivamente, em comparação ao mesmo período do ano passado.

A Baixada Santista também se mostrou otimista, com grande movimento de turistas no final do ano. Com isso, as vagas podem chega a 1 mil. Para o presidente da CDL Santos Praia, o aumento será de 10%, mas em comparação a 2011, o índice deverá se manter.