Férias: entenda o que é preciso fazer antes de deixar o escritório

Para especialistas, organização e planejamento são essenciais para evitar ser perturbado durante o momento de descanso

SÃO PAULO – Suas férias estão chegando e você não vê a hora de pegar o avião com destino àquela ilha paradisíaca. Apesar das malas já estarem prontas, os momentos finais no escritório precisam de alguma atenção, afinal, você não quer deixar um bagunça para trás, o que fará, inevitavelmente, que seus colegas liguem diariamente para você durante os momentos de descanso.

Especialistas em gestão de carreiras dão a fórmula para sair de férias, deixando tudo em ordem; basta se planejar e se organizar. Antes de mais nada, o profissional deve entender que as férias são o momento de se desligar completamente do serviço. “A pessoa precisa desse tempo para reduzir o estresse, recuperar suas energias e voltar com força total”, avalia a diretora executiva da Sinergia Consultoria em Gestão de Pessoas, Betty Dabkiewicz.

Deixando tudo em ordem
Para se desligar, porém, é preciso deixar tudo em ordem no escritório, com o objetivo de garantir que os seus colegas consigam se virar, enquanto você não estiver por perto. Betty sugere que o planejamento comece, pelo menos, com um mês de antecedência. Faça uma lista de todas as suas atividades, tarefas e projetos que estiver tocando.

PUBLICIDADE

Na medida do possível, agilize a entrega das suas atividades. O que não for possível finalizar deverá ser passado para um colega de trabalho. Essas atividades devem ser listadas e explicadas para seu par.

Se o profissional for um gestor, é importante fazer uma reunião com toda a equipe, semanas antes das férias. “Ali, ele deve explicar o que vai acontecer durante o tempo em que ficará ausente e nomear um substituto”, diz Betty. Logo, o profissional deve ser capaz de delegar as tarefas, evitando ser centralizador. Se ele concentra todas as atividades, as pessoas consequentemente serão mais dependentes do profissional, o que resultará em férias difíceis de aproveitar.

Além de deixar a equipe preparada, é preciso informar os clientes e as demais áreas da empresa, sobretudo aquelas com quem possui grande contato. “Ele deve avisar os clientes internos e externos sobre sua ausência, sempre indicando o profissional que ficará no seu lugar”, diz Betty.

Nesse processo, inclusive, deve-se fazer a resposta automática do e-mail, contendo as informações essenciais: período em que ficará de férias e com quem contar no seu lugar.

“A organização e o planejamento são primordiais. Se ele [profissional] não faz isso, acaba tendo problemas e gera dificuldades para toda a equipe”, diz a diretora de Recursos Humanos da Proton Consultoria, Sônia Nakabara. Na prática, é preciso evitar que você seja o único que tenha as informações de um determinado projeto ou atividade.