Crise no RJ

Feirão de emprego no Rio tem confusão em fila com milhares de desempregados

O Shopping onde a feira foi realizada ficou fechado até 11h40 por conta do tumulto

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Nesta quarta-feira (29), uma feira de empregos realizada no Shopping Jardim Guadalupe, Zona Norte do Rio de Janeiro, gerou tumulto por conta das milhares de pessoas que aguardavam em fila para participar do feirão, que disponibilizava somente 200 vagas e 450 senhas para candidatos.

O Shopping ficou fechado até 11h40 por conta da confusão, iniciada quando os portões foram abertos e algumas das pessoas que esperavam na fila não receberam senha para entrar no feirão. Imagens publicadas nas redes sociais mostram que a fila chegava a dar a volta no quarteirão.

Quando os porões foram fechados após a distribuição das senhas, alguns candidatos chegaram a arrebentar as grandes de proteção e a tentar derrubar o portão.

Aprenda a investir na bolsa

Os interessados eram atendidos por ordem de chegada na fila, que, já ao amanhecer do dia, já contava com centenas de pessoas. As avaliações estavam previstas para começar às 10h, com previsão de acabar por volta das 22h.

As 200 vagas oferecidas se dividem nos seguintes cargos: 10 vagas para auxiliar de serviços gerais, 40 para auxiliar de loja, 20 para auxiliar de prevenção, 30 para operador de telemarketing, 20 para auxiliar de armazém, 20 para cabista subterrâneo, 10 para padeiro, 10 para açougueiro, 20 para vendedor, 10 para motoristas de ônibus, cinco para vigilante e cinco para porteiros. Todas as vagas seriam preenchidas ainda hoje.

A confusão é um reflexo da crise de empregos na capital carioca, que já corresponde a 15% de todo o Estado, recorde atingido no segundo trimestre deste ano de acordo com a Pnad Contínua (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua). No último ano, mais de 89 mil postos de trabalho foram eliminados na região. Em todo o Estado, o número de desempregados já é de 1,328 milhão.