AO VIVO Sócio da Arko e analista da XP avaliam o último debate entre Trump e Biden antes da eleição nos EUA

Sócio da Arko e analista da XP avaliam o último debate entre Trump e Biden antes da eleição nos EUA

Faltam profissionais das áreas de finanças e contabilidade

Pelo segundo ano consecutivo, 56% dos gerentes de Finanças e RH relataram dificuldade em encontrar pessoas qualificadas

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Faltam profissionais experientes nas áreas de finanças e contabilidade em todo o mundo, segundo revelou o relatório anual “Robert Half Global Financial Employment Monitor”.

Além disso, foram constatados outros dados importantes, por meio da pesquisa. Pelo segundo ano consecutivo, por exemplo, 56% dos gerentes de Finanças e Recursos Humanos relataram a dificuldade em encontrar mão-de-obra qualificada. No Brasil, essa preocupação é ainda maior: 82% das empresas têm dificuldade em contratar.

O relatório também mostra que a preocupação em reter talentos cresceu de forma significativa no último ano: 58% dos entrevistados em todo o mundo se mostram atentos ao fato de perder seus executivos de alto nível para outras empresas.

Desafios parecidos em todo o mundo

Aprenda a investir na bolsa

O relatório revela que as empresas de todo o mundo estão gastando tempo e esforços significativos entrevistando candidatos. Os participantes da pesquisa disseram que realizam, em média, três entrevistas por candidato, antes de preencher posições de média gerência. No ano passado, a média era de duas entrevistas.

Os empregadores também admitiram que usam profissionais temporários mais freqüentemente, e de níveis mais altos, do que nos últimos três anos.

“Os resultados do relatório deste ano refletem os desafios que gerentes em todo o mundo enfrentam para contratar e reter profissionais altamente qualificados nas áreas de finanças e contabilidade”, diz o diretor de operações internacionais da Robert Half International, Greg Scileppi.

O diretor geral da Robert Half no Brasil, Ricardo Bevilacqua, complementa: “Os altos índices de dificuldade em contratação do Brasil, país inédito no estudo, só nos confirma essa demanda, e está bem alinhado com o que nossos clientes têm nos passado no dia-a-dia”.

Sobre a pesquisa

O estudo foi realizado pela Robert Half International, empresa especializada em recrutamento no mundo, e conduzida por uma empresa independente de pesquisa. O documento inclui respostas de mais de 4 mil gerentes de finanças e RH em 20 países. É a primeira vez que o Brasil é incluído no levantamento – no país, 149 empresas responderam à pesquisa. A margem de erro é de 1,5%, para mais ou para menos, e os resultados têm índice de acerto de 95%.