Educação

Faculdade em outro estado? Saiba quando vale a pena

Especialista explica que optar por estudar longe de casa contribui para o desenvolvimento de competências e maturidade

SÃO PAULO – É hora do vestibular. Além de escolher o curso, os jovens precisam escolher a universidade onde vão adquirir todo o conhecimento teórico que precisam para entrar no mercado de trabalho. O período da faculdade, porém, será uma importante experiência para o desenvolvimento de diversas competências. Justamente por isso, especialistas sugerem que os estudantes considerem cursar uma faculdade em outro estado.

Estão espalhadas pelo Brasil diversas faculdade de excelente nível, principalmente as federais. Quando o estudante tem a opção de cursar uma faculdade na cidade onde mora ou se aventurar pelo Brasil para estudar, a segundo opção traz muitas vantagens.

Amadurecendo
“Vale a pena por várias razões. Ele vai entrar em contato com culturas diferentes e amadurecer muito”, analisa a professora do Núcleo de Estudos e Negócios em Desenvolvimento de Pessoas da ESPM, Adriana Gomes. Muitos acreditam, inclusive, que para ter contato com culturas diferentes, o único caminho é através do intercâmbio, saindo do Brasil. Grande engano. É possível ter uma troca muito rica com a diversidade que temos no próprio Brasil.

PUBLICIDADE

Além de conhecer pessoas de fora do seu círculo, há um ganho muito grande em relação ao amadurecimento. Isso porque você não estará mais morando com seus pais. Assim, começa a ter noção de como administrar uma casa e seus recursos de forma mais independente.

“Morar sozinho torna a pessoa mais pró-ativa, com mais iniciativa”, diz Adriana. Na prática, morando em outro estado, a quilômetros de distâncias dos seus pais, você vai descobrir formas de lidar com seus problemas, sem ajuda deles. E se precisar da ajuda de outras pessoas, terá que convencê-las a isso.

Morando sozinho ou mesmo em república você adquire mais habilidade em organização do tempo, aprende a lidar com pessoas – que tem hábitos diferentes dos seus – e vai descobrir como fazer o gerenciamento de uma casa.

Mercado de trabalho
Mas cuidado. Apesar das claras vantagens, é preciso fazer um intenso estudo antes de sair em busca de uma faculdade em outro estado. Segundo Adriana, essa decisão deve estar dentro de um plano de carreira. Ou seja, o conselho não é simplesmente ir para outro estado. Primeiro é preciso considerar se a universidade é boa e como é o mercado de trabalho.

Pode não valer a pena, por exemplo, ir estudar em outro estado, mas em uma universidade com nível inferior ao que você teria no seu próprio estado. Além disso, é preciso entender o mercado de trabalho. Se há campo de atuação na região para a área que você escolheu estudar.

Plano de carreira
Ter um plano de carreira é o que vai determinar suas escolhas. Além disso, quando estiver em um processo seletivo, ter morado em outro estado não lhe torna automaticamente mais interessante que os demais concorrentes. Se por um lado, “a questão da escolha de um estudante em estudar fora e longe de casa pode ser positiva aos olhos dos selecionadores”, conforme explica o consultor da Cia de Talentos Carreira, Felipe Bruno. Por outro, o candidato vai ter que explicar os motivos que o levaram a estudar em outro estado.

PUBLICIDADE

“É importante que o candidato, em uma entrevista, saiba expor os motivadores para essa decisão, pois será o fundamental para um entrevistador entender o porquê de realizar tal escolha”, diz Bruno. Logo, deve ser algo que vai muito além do simples desejo de sair de casa e da convivência dos pais.

“Motivos como independência, desenvolvimento pessoal, novas oportunidades, dentre outros, são bem vistos e podem ser considerados como ‘algo a mais’ na determinação e independência do candidato”, afirma o consultor.